Eduardo Cunha é condenado a 15 anos e 4 meses de prisão

Foto: Reprodução

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão em regime fechado por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. De acordo com a determinação do juiz Sérgio Moro, o ex-deputado deverá ficar preso cautelarmente, mesmo na fase de recursos. Moro decretou ainda o confisco do valor bloqueado pelas autoridades suíças, acrescido dos rendimentos das aplicações financeiras, num total de US$ 2,3 milhões – ou R$ 7,2 milhões.

Ex-presidente da Câmara, cassado, Cunha foi preso em outubro do ano passado. Ele está detido desde então na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. Moro afirmou que como persiste o risco de novos crimes de lavagem de dinheiro e como não foram encerradas as investigações e a identificação completa de possíveis crimes do ex-deputado, é preciso mantê-lo na prisão.

A defesa informou que vai recorrer da sentença ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região. (Metro 1)