Eleito presidente de comissão da Câmara, deputado é investigado na

Foto: Reprodução

O deputado federal Sérgio Souza (PMDB-PR), eleito por unanimidade nesta quinta-feira (23) para ocupar o cargo de presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara, foi citado em grampos da Operação Carne Fraca.

Ele é acusado de ter recebido “muito dinheiro” do fiscal apontado nas investigações como o líder do esquema criminoso no Ministério da Agricultura e preso pela PF, Daniel Gonçalves Filho. Na conversa gravada, o representante de um cooperativa agrícola chegou a declara que o parlamentar teria “rabo preso”.

O nome do deputado apareceu em um diálogo do dia 11 de abril de 2016 entre o ex-superintendente regional do Paraná, Gil Bueno de Magalhães, e um interlocutor identificado como Francisco, que representa a Cooperativa Agroindustrial Castrolanda, em Castro (PR). (Metro 1)