Tetracampeão mundial em 1994 junto com Dunga e Gilmar Rinaldi, Taffarel foi convidado pela dupla para ser o novo preparador de goleiros da seleção brasileira.

O ex-goleiro tem contrato com o Galatasaray e exerce a mesma função no time turco. Para acertar com a nova comissão técnica do Brasil, Taffarel precisa negociar com os dirigentes do Galatasaray, o que deve acontecer ainda nesta quarta-feira. Em entrevista ao globoesporte.com, a esposa do ex-goleiro confirmou que Gilmar e Dunga entraram em contato com Taffarel, mas ainda não houve nenhum acerto.

“Houve o convite. Ele conversou com o Dunga e o Gilmar hoje (terça-feira), e ficaram de conversar amanhã. Conversaram sobre a possibilidade de ele fazer parte da comissão técnica, mas ainda não acertaram nada”,  explicou Andréa.

Taffarel trabalhou como observador na comissão de Dunga durante a Copa de 2010, na África do Sul. Além do Mundial de 1994, Taffarel também jogou as Copas do Mundo de 1990, na Itália, e 1998, na França, onde foi decisivo na semifinal com a Holanda ao defender dois pênaltis e ajudar o Brasil a se classificar para a decisão contra os donos da casa.

Se Taffarel aceitar o convite, Dunga terá em sua comissão técnica um novo companheiro da conquista do tetra em 1994. Em sua primeira passagem como técnico da seleção entre 2006 e 2010, o ex-lateral-direito Jorginho era o seu auxiliar. (Correio da Bahia)

Navios iniciaram o reboque do Costa Concordia até o porto de Gênova

Navios iniciaram o reboque do Costa Concordia até o porto de Gênova 

Uma das maiores operações de resgate marítimo entrou em uma nova etapa nesta quarta-feira, com o reboque do navio de cruzeiro Costa Concórdia até o porto da cidade italiana de Gênova. A embarcação ficou mais de dois anos encalhada perto da ilha de Giglio, na Toscana, desde o desastre que deixou 32 mortos, em janeiro de 2012. Há nove dias, engenheiros conseguiram fazer o barco voltar a flutuar. Desde então, ele tem sido mantido acima da superfície por câmaras de flutuação gigantes. Várias embarcações vão auxiliar no transporte até o porto de Gênova, que deve durar quatro dias.

À rede BBC, o responsável pela operação, Nick Sloane, disse que até aqui, tudo está saindo como o planejado. Franco Gabrielli, chefe do serviço de proteção civil da Itália, no entanto, pontuou à agência Reuters que uma “vitória” só poderia ser comemorada após o Costa Concordia atracar em Gênova. A operação já custou aos cofres italianos mais de 1 bilhão de euros (3 bilhões de reais) e o custo total pode chegar até 1,5 bilhão de euros (4,45 bilhões de reais). 

Leia na íntegra/Confira fotos/Assista vídeo

Mercado esperava arrecadação de R$ 90 bilhões em junho

Mercado esperava arrecadação de R$ 90 bilhões em junho (Thinkstock)

O governo federal arrecadou 91,387 bilhões de reais em impostos e contribuições em junho, somando, assim, 578,594 bilhões de reais no primeiro semestre deste ano com impostos, contribuições federais e demais receitas, como royalties (pagamentos pela exploração de recursos naturais), informou a Secretaria da Receita Federal nesta quarta-feira. O número representa alta real de apenas 0,28% em relação ao primeiro semestre de 2013. Em relação a junho, também houve um aumento mínimo, de apenas 0,13% sobre igual mês do ano passado. Considerando o resultado de junho ante maio (87,897 bilhões), a arrecadação subiu 3,56%.

Pesquisa Reuters feita com analistas mostrou que a mediana das expectativas era de que a arrecadação somaria 90 bilhões de reais no mês passado, com as projeções variando entre 80 bilhões e 92 bilhões de reais.

A arrecadação das chamadas receitas administradas pela Receita somou 89,214 bilhões de reais em junho, enquanto as demais receitas (taxas e contribuições recolhidas por outros órgãos) foram de 2,173 bilhões de reais.

A renúncia fiscal com desonerações tributárias somou 50,705 bilhões de reais no primeiro semestre de 2014. O valor é 42,88% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado (35,488 bilhões). A folha de salários responde, no acumulado de janeiro a junho deste ano, por 9,318 bilhões de reais das desonerações, enquanto outros 4,665 bilhões de reais são referentes à desoneração da cesta básica.

Só em junho deste ano a renúncia total foi de 8,545 bilhões de reais, número 27,77% maior do que os 6,688 bilhões de reais registrados no mesmo mês de 2013. A desoneração referente à folha de salários somou 1,478 bilhão de reais em junho de 2014.

 Neste cenário ruim, em um momento em que a presidente Dilma Rousseff tenta a reeleição, o governo tem sofrido para cumprir a meta de superávit primário (economia feita para pagamento de juros da dívida) deste ano, de 99 bilhões de reais, ou 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB). Em 12 meses até maio, último dado disponível, essa economia estava em 1,52% do PIB, aquém do objetivo estipulado para este ano.

Após esse resultado fiscal ruim, o Relatório de Despesas e Receitas, divulgado na terça-feira pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento, mostrou que o governo voltou a inflar a previsão de receita extraordinária para reforçar o caixa da União, prevendo 27,016 bilhões de reais entre julho e dezembro, acima dos 24 bilhões de reais esperados para o período de maio a dezembro.

Em uma trajetória descendente que já dura oito semanas, a projeção para o crescimento do PIB em 2014 caiu a 0,97% na pesquisa Focus do Banco Central divulgada na segunda-feira, contra 1,05 projetado anteriormente. No ano passado, o PIB cresceu 2,%. (Veja/Com agência Reuters))

Em reunião, na manhã desta terça feira (22), os policiais do 6º Batalhão de Polícia Militar, lotados nas nove cidades da área de atuação da Unidade, foram elogiados pelo trabalho realizado no período junino. Na ocasião, foi apresentado o novo Subcomandante, Capitão PM Irlam Mattos.

O Tenente Coronel PM Anselmo Bispo afirmou: “Quero agradecer a todos os policiais do 6º BPM pelo bom serviço prestado, àqueles que atuaram nos festejos e também aos que garantiram a segurança das outras cidades, mesmo com a ausência dos policiais empregados nos circuitos. Fiquei muito satisfeito ao verificar o balanço que demonstrou a diminuição das ocorrências em relação aos anos anteriores, porque significa que o trabalho preventivo, principal missão da Polícia Militar, foi cumprido. Agradeço também por todos os que se dispuseram a permanecer no trabalho, apesar de ultrapassar o horário previsto, devido a atrasos na programação da festa, atitude já esperada, pelo comprometimento e profissionalismo da tropa.”

O Comandante também falou sobre a mudança no Subcomando, ao tempo em que agradeceu a valiosa contribuição do Major PM Sidney Lima na administração do Batalhão, o qual, por uma necessidade pessoal, deixou o cargo e, na oportunidade, deu as boas vindas ao Capitão PM Irlam Mattos, que aceitou seu convite, retornando à Unidade, para, com sua experiência, dar continuidade ao trabalho de qualidade.

 

O comentário do “Jornal da CBN” analisou as semelhanças e diferenças entre as últimas pesquisas Ibope e Datafolha sobre a sucessão presidencial. As duas pesquisas indicam que a presidente Dilma Rousseff poderia vencer no primeiro turno, apesar do histórico de disputa entre PT e PSDB indicar tendência ao segundo turno. Foi assim em 2002, 2006 e 2010. A principal diferença entre as duas pesquisas se dá na simulação de segundo turno. O Ibope revelou números mais favoráveis à Dilma. Ela teria 41% dos votos contra 33% de Aécio Neves. Para o Datafolha, a petista marcaria 44% contra 40% do tucano. Em relação a Eduardo Campos (PSB), a diferença também é maior a favor de Dilma. Para o Ibope, o placar seria 41% para a presidente e 29% para o ex-governador de Pernambuco. No Datafolha, Dilma marcaria 45% contra 38% de Campos. Numa disputa em segundo turno, Aécio teria 7 pontos a menos, segundo o Ibope, do que indicou o Datafolha. Campos teria 9 pontos a menos. O Ibope se mostra melhor para a presidente. No entanto, permanecem os baixos índices de avaliação do governo nos dois levantamentos. Sem melhorar esses números, a presidente poderá ter dificuldade para se reeleger. A partir de 19 de agosto, a propaganda no rádio e na TV terá papel determinante para definir se a disputa se encerrará no primeiro turno ou se irá para uma segunda fase. (IG/Blog do Kennedy)

Por Antonio Joaquim *

Editorial do jornal O Globo do dia 22 de julho traz um título forte, golpe duríssimo para os Tribunais de Contas brasileiros, afirmando que os “TCEs precisam ser moralizados”. Observe-se que no primeiro parágrafo, o jornal aponta apenas os Tribunais de Contas dos Estados, que precisariam “passar por um saneamento”, esquecendo dos Tribunais de Contas de Municípios e do Tribunal de Contas da União. Incluo-os porque O Globo coloca o dedo no que diz ser a principal causa motivadora: o atual modelo constitucional usado para escolha de conselheiros, com a indicação feita pelos Poderes Executivo (1/3) e Legislativo (2/3). Mas o modelo é igual para todos. O jornal conclui defendendo a aplicação da Lei da Ficha Limpa aos candidatos a conselheiros.

Afirmo que a proposta do jornal O Globo não é original. Há tempos vários conselheiros – incluo-me entre estes – pregam essa mesma providência, a observância da Lei da Ficha Limpa e o respeito aos requisitos estabelecidos pela Constituição Federal. Aliás, diferente de matérias jornalísticas publicadas esta semana no próprio jornal, no editorial o Globo diz que “há debates sobre como aperfeiçoar os TCEs” sem registrar o merecido crédito para a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil, que vem lutando pela transformação das nossas instituições de controle externo, tendo como passo fundamental a criação do Conselho Nacional dos Tribunais de Contas. Luta que vem do início desta década. Quando ocupei o cargo de presidente da Atricon, fiz peregrinações pelo Congresso Nacional clamando por essa medida concreta.

O Encontro Nacional dos TCs, que será realizado em Fortaleza (CE), de 4 a 6 de agosto próximo, marcará mais um estágio da luta pelo aperfeiçoamento, com a aprovação de várias resoluções orientativas da Atricon – inclusive uma proposta de PEC visando reformular a composição dos Tribunais de Contas, ampliando em mais duas as vagas para ministros ou conselheiros egressos de carreira técnica. Sempre disse que, para mim, não existe dogma nesse assunto. Apenas observo que desvios de conduta, problemas etc também ocorrem em órgãos cujo ingresso se dá por concurso público, como é o caso do Judiciário.

Confira na íntegra

Dunga Brasil apresentação (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

Dunga buscará alternativas para o ataque da Seleção 

Na primeira passagem pela Seleção, Dunga deu a primeira chance a nomes como Hulk e Afonso Alves no ataque da Seleção. De volta ao comando, o treinador terá que iniciar uma nova busca por um camisa 9, já que Fred anunciou após a Copa do Mundo que não pretende mais vestir a amarelinha. Se o técnico repetir “garimpo” que descobriu Afonso e Hulk, a convocação para a estreia, contra a Colômbia, no dia 5 de setembro em Miami, poderá ter surpresas no setor: Roberto Firmino, do Hoffeinheim, e Luiz Adriano, do Shakhtar, Junior Moraes, do Metallurg Donetsk, Derley e Lima, do Benfica, e Jonas e Rodrigo, do Valencia, são alguns dos brasileiros que estão se destacando na Europa e ainda sonham com um lugar no time pentacampeão.

Com apenas 22 anos e revelação da Bundesliga na última temporada, Roberto Firmino é o jogador com mais perspectiva desta lista. O ex-Figueirense é a estrela do ataque do Hoffenheim e alvo de interesse de vários clubes na Europa, principalmente do Chelsea de José Mourinho, que observou com especial atenção sua última temporada: 16 gols e 12 assistências converteram Firmino no quarto artilheiro do campeonato. Não foi suficiente para ser convocado para a Copa do Mundo do Brasil, mas por pouco, muito pouco. Um mês antes de anunciar a convocação, Felipão quis conhecer pessoalmente o jovem artilheiro.

- Ele veio me ver em abril, um mês e poucos dias antes de sair a convocação. Acho que não veio assistir a nenhum jogo, foi só para conversar comigo e ver um dos nossos treinamentos. Ele me disse que a comissão técnica estava me observando e, partir daquele momento, iriam me acompanhar muito mais. Fiquei feliz e ainda pensei que pudesse ser chamado por tudo o que fiz na Alemanha, por ser um dos artilheiros do campeonato, mas não fui, não deu. Agora é bola para a frente – revelou Firmino em conversa telefônica com o Globoesporte.com, antes de partir com o Hoffenheim para um estágio de preparação que o time vai realizar na Suíça esta semana.

Confira na íntegra

Quem dispõe dos serviços de trabalhadores domésticos, mas ainda não regularizou a situação do funcionário têm até o dia 7 de agosto para fazer a assinatura da carteira de trabalho, sem a cobrança de multas

Na data entra em vigor a lei 12.964, assinada pela presidente Dilma Rousseff em abril deste ano, que penaliza aqueles que se negarem a registrar o empregado doméstico, categoria que conta com mais de oito milhões de integrantes em todo o Brasil. Na Bahia, a profissão emprega mais de 500 mil pessoas, 150 mil só em Salvador e na Região Metropolitana.

O Sindicato dos Trabalhadores Domésticos do Estado da Bahia estima que cerca de 70% do contingente ainda trabalha sem carteira assinada. Esta é uma das maiores queixas da categoria, segundo informou a presidente do sindicato, Cleusa Santos.

“O número de trabalhadoras que atua sem ter os direitosgarantidos por lei ainda é muito alto. Após a implantação da PEC, o número de regularização até aumentou, mas muito pouco, cerca de um a dois por cento”, lamentou. Segundo ela, por lei, o prazo para o registro do funcionário é de 48 horas após o início dos trabalhos.

A Lei 12.964/2014 altera a redação da Lei 5859/1972, introduzindo a possibilidade de os empregadores domésticos serem fiscalizados e multados.

O valor da multa varia e pode ser amenizada se o empregador assinar a CTPS do doméstico e reconhecer espontaneamente o tempo de serviço, além de recolher as contribuições previdenciárias. Já aquele que insistir em descumprir a legislação trabalhista terá o valor elevado em 100%, conforme explica o advogado trabalhista Ruy João Ribeiro Gonçalves Júnior.

“Os valores são variáveis e dependem da infração. Estão previstos na CLT – Consolidação das Leis do Trabalho e tem por base de cálculos a UFIR (Unidade Real de Referência) e podem ser majorados ou reduzidos, com base em diversos fatores, tais como o tempo de serviço do empregado, a idade, o número de empregados e o tipo de infração”, continuou. Ele lembra que a destinação dos valores arrecadados ainda não foi definida pela presidente. O item que revertia a arrecadação ao próprio trabalhador foi vetado.

Embora considere a nova lei um avanço, Cleusa não acredita que será o suficiente para mudar o quadro situacional no país. “A própria PEC não pegou 100%. A maioria dos patrões continua sem pagar hora extra aos trabalhadores, mas isso acontece por conta da falta de um órgão especifico que fiscalize a situação dos trabalhadores domésticos”, alerta.

Neste caso, o sindicato orienta a aquisição de um livro de ponto para o controle de horas de acordo com a definição da PEC das domésticas, que já completou um ano, mas ainda assim os trabalhadores encontram dificuldades para ter o horário reconhecido.

“A maioria das empregadas tem hora de chegar, mas não sabe quando vai sair. O livro de ponto, para ter validade, precisa da assinatura das duas partes, e sempre há questionamento”, continuou Cleusa, que é taxativa ao afirmar que a categoria defende a regulamentação completa da PEC.

O projeto de lei que regulamenta alguns itens inclusos na PEC, entre eles indenizações, seguro contra acidentes e FGTS ainda estão para aprovação da Câmara dos Deputados. “O que nós defendemos mesmo é a equiparação de direitos da categoria em relação a outras profissões”, destacou.

Outro avanço para a categoria ocorreu na ultima semana, com a aprovação do Projeto de Lei 7082/10, que reduz para 6% a alíquota da contribuição previdenciária pagos por patrões e empregados domésticos.

Com aprovação da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados, o valor do que antes era de 12% para os empregadores e de 8% a 11% para os domésticos, a depender do salário, será reduzido sem influenciar nos benefícios oferecidos pelo INSS.

Cabe recurso à proposta, mas caso não haja, o documento seguirá para sanção presidencial. (Tribuna da Bahia)

 

rebeca

‘Regularmente filiada’ ao PT

Um dos 23 presos na semana passada no Rio de Janeiro por colaborar com manifestações violentas engrossa as fileiras de filiados do PT fluminense. Rebeca Martins de Souza, acusada de ceder um carro a algumas das ações violentas, é filiada ao partido desde janeiro de 2007, como informa o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O PT saiu em defesa dos manifestantes na semana passada. Uma nota de repúdio assinada por Rui Falcão dizia:

– A prisão de ativistas no Rio de Janeiro, com o suposto propósito de impedir a participação em protestos de rua no último final de semana, é uma grave violação de direitos e das liberdades democráticas. (Veja)

 

Antonio Palocci e Francenildo dos Santos Costa

OITO ANOS DEPOIS – O ex-ministro Antonio Palocci Filho e o caseiro Francenildo dos Santos Costa: falta a Justiça decidir o valor da indenização (Beto Barata/AE)

Um episódio não resolvido da história política e criminal brasileira terá mais um capítulo nesta quarta-feira: a Justiça vai analisar se a Caixa Econômica Federal precisa indenizar em 500.000 reais o caseiro Francenildo dos Santos Costa, que teve o sigilo bancário quebrado em meio ao escândalo que derrubou Antonio Palocci do Ministério da Fazenda há oito anos.

Em 2010, a 4ª Vara Federal de Brasília determinou que a Caixa pagasse a indenização a Francenildo. Mas o valor ainda não foi transferido porque os dois lados recorreram. Nesta quarta, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª região vai julgar os recursos.

A defesa de Francenildo quer que a indenização seja maior. E se compromete a doar a instituições de caridade do Piauí todo o valor que porventura ultrapassar os 500.000 reais. O pedido, argumenta o advogado Wlicio Nascimento, é pedagógico: “Como punir um ofensor que aufere lucros bilionários? Não há melhor exemplo desse tipo de punição senão fazer com que ele sinta esse ‘peso no seu bolso’”, argumenta Wlicio, que defende Francenildo gratuitamente, em seu recurso.

Já a Caixa quer que o valor da indenização seja reduzido, mesmo reconhecendo que houve violação do sigilo bancário de Francenildo. Na época, os petistas espalharam a suspeita de que o caseiro havia recebido dinheiro para denunciar o ministro. Mas os depósitos encontrados na conta haviam sido feitos pelo pai dele, que vive no Piauí.

Palocci perdeu o cargo de ministro da Fazenda em 27 de março de 2006. O caseiro foi uma testemunha-chave do caso. Ele revelou na CPI dos Bingos que Palocci frequentava a chamada ”República de Ribeirão Preto”, uma casa de alto padrão em Brasília que servia de ponto de encontro de políticos e lobistas.

O ex-ministro foi inocentado pelo Supremo Tribunal Federal em 2009. O presidente da Caixa à época, Jorge Mattoso, ainda é réu em uma ação penal. (Veja)

relembre o caso que derrubou Antonio Palocci

A vacina começou a ser desenvolvida pelo instituto Sanofi Pasteur em 2011. No mundo, a maior incidência de casos acontece na Ásia e nos países da América Latina.

As fortes dores de cabeça e no corpo foram o sinal de alerta para o piloto de avião Diego Carvalho, 27 anos. Rodeado de mosquitos na rua onde mora, no bairro de Piatã, ele já desconfiava que era mais uma vítima do mosquito Aedes Aegypti. “Tive muita febre, dor no corpo, na cabeça; muita dor nos olhos. Fui ao hospital e, quando cheguei lá, o médico me disse que eu era o 12º só naquele dia”, lembra.

Mais um nas estatísticas de infectados pela dengue em Salvador, onde a doença avançou 350% nas primeiras 27 semanas do ano, Diego pode ter sentido os sintomas característicos da enfermidade pela última vez na vida. Isso porque, apesar de ainda não haver uma forma de imunização, uma vacina que está em fase de estudos já apresenta ótimos resultados.

De acordo com artigo divulgado pela revista científica Lancet, publicada no dia 11 de julho, a vacina garantiu uma proteção de 56,5% contra a infecção, mas ainda não surtiu efeitos em todos os quatro sorotipos da doença. Já contra a dengue hemorrágica, a proteção chegou a 88,5%.

Confira na íntegra

6º BPM realiza prisão por exercício ilegal da Odontologia

Policiais da 2ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar prenderam Adalberto Ferreira do Nascimento, 49 anos, por solicitação de fiscal do Conselho Regional de Odontologia, após denúncias de exercício ilegal da Odontologia, na Praça Lauro de Freitas, em Jaguarari, nesta terça feira (22), às 11 horas.

Os policiais e o fiscal flagraram o falso dentista em atendimento a uma adolescente. Em seguida, apresentaram o acusado na delegacia de Polícia Civil de Senhor do Bonfim, onde foi autuado em flagrante.

 

‘DE CALÇAS CURTAS’

Publicado no Estadão desta terça-feira (22)

DORA KRAMER

Justiça seja feita, o governo e boa parte do PT não alimentaram de vento a certeza de que a eleição de 2014 estava ganha.

A despeito das evidências em contrário, até pouco tempo atrás todas as pesquisas eram sustentadas na afirmação de que “se a eleição fosse hoje” a presidente Dilma Rousseff ganharia no primeiro turno.

O principal indício de que se tratava de uma precipitação era o fato de que nem Luiz Inácio da Silva com toda a sua popularidade conseguira vencer no primeiro turno nenhuma das duas eleições. (Veja/Coluna Augusto Nunes)

» Clique para continuar lendo

Na reunião de coordenação da campanha da reeleição da presidente Dilma Rousseff, ficou decidida a antecipação da saída da candidata às ruas – o que também fará seu padrinho político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O objetivo é tentar neutralizar o  humor do eleitor brasileiro que, segundo um petista, “está com os nervos à flor da pele” e dar início à ações para combater a rejeição ao PT registrada nas últimas pesquisas, particularmente alta em São Paulo.

Diante desta nova estratégia, Dilma irá ao Rio de Janeiro na próxima quinta-feira para um encontro com prefeitos do Estado e estará ao lado do governador Pezão – que já fez o mesmo encontro com o candidato tucano Aécio Neves, ao deflagrar o movimento “Aezão”. O diagnóstico do comando da campanha é o de que a classe média brasileira está reagindo ao PT e, por isso, são necessárias ações para reconquistá-la.

A rejeição à presidente Dilma Rousseff em São Paulo é citada como exemplo pelos petistas. Na capital paulista, onde o contingente de classe média é mais alto, mais alta também é a rejeição à presidente – 49% dos consultados pelo Datafolha dizem não votar nela de jeito nenhum e, no conjunto do Estado, quase 40%.

Na análise de petistas, há no país  uma rejeição ao político (de qualquer partido) e isso se reflete de forma acentuada no PT, que comanda o governo. Por isso, a ideia é que Dilma comece a fazer eventos de rua para se aproximar do eleitor. Antes de conhecer esses altos índices de rejeição, a estratégia era a de manter Dilma governando com um número mínimo de viagens e usar basicamente os programas eleitorais na televisão para fazer a campanha. Agora, é diferente: Dilma sairá por um lado e Lula por outro em caminhadas pelas cidades para tentar quebrar esse mau humor do eleitor com o PT.

Esta foi a forma encontrada pelo partido para reagir à situação e evitar que se cristalize o alto índice de rejeição a Dilma Rousseff. Eles reconhecem que há uma área mais sensível ainda e sobre a qual não há o que fazer para dar retorno imediato: a economia. A expectativa é de crescimento baixo e inflação no teto da meta, e nada deve variar muito nesse cenário.

Outro ponto considerado preocupante para a campanha é o Estado de São Paulo. Nas últimas eleições, o candidato tucano venceu no Estado mas, neste ano, o índice de rejeição é o que mais preocupa pois a vantagem do principal adversário, Aécio Neves, pode aumentar. Isso, aliado ao fato de que Aécio pode vencer em Minas, onde Dilma teve maioria de votos em 2010, pode tornar o quadro mais complicado para a reeleição dela. Por isso mesmo, o PT já está em conversas com o PMDB para organizar eventos para Dilma no Estado não só com Alexandre Padilha, o candidato petista, mas também com Paulo Skaf, do PMDB. Até ser lançado candidato ao governo, Skaf se apresentava como candidato de oposição ao PT e ao PSDB ao mesmo tempo.

Uma ideia é que Dilma apareça em palanques estaduais de partidos aliados e não fique só com petistas. Em 2010, muitos aliados ficaram esperando a presença de Dilma em seus palanques o que não ocorreu – como no caso de Gedel Vieira Lima na Bahia, por exemplo. Neste ano, diante do quadro de rejeição mais agravado, a ideia é que Dilma apareça também com outros candidatos para conquistar não só eleitores de petistas, mas também de outros partidos que, no início do mandato, apoiaram suas ações de governo. (G1)

 

Aécio Neves

Por Geraldo Samor

As ações da Petrobras estão batendo o índice Bovespa este mês de goleada.

Em julho até agora, Petrobras sobe 22%, enquanto o Ibovespa sobe 9%. O rali tem nome e sobrenome: Aécio Neves.

De acordo com um grande banco, muitos gestores de fundos de ações — que só recebem taxa de performance se derem um retorno maior que o índice em seus fundos — estão ‘correndo atrás do prejuizo’ e comprando ações da Petrobras, com medo de que o contínuo avanço da oposição nas pesquisas leve o papel a subir ainda mais.

No mercado, os grandes gestores do Rio são vistos como ainda mais confiantes numa vitória da oposição do que os de São Paulo, e estão aumentando a aposta.

Um deles, Dorio Ferman, do Opportunity, já havia explicado sua aposta em Petrobras aqui em abril, antes mesmo das pesquisas colocarem a reeleição da Presidente Dilma em dúvida.

Investidores estrangeiros também tem feito apostas em Petrobras para não perder o ‘rali Aécio’.

“Os gringos estão traumatizados porque perderam o rali da India e da Indonésia, que foram ralis eleitorais recentes, e estão tentando evitar repetir o erro,” diz um operador de mercado. Tanto na India quanto na Indonésia, a oposição venceu a situação.

Geralmente, os gestores tentam comprar barato e depois vendem as ações aos poucos, na medida em que o preço sobe. Mas, no relato de um corretor, o que está acontecendo com Petrobras é o oposto. “Tem muito investidor aumentando o lote quanto mais o papel sobe.”

Nos últimos dias, as negociações com opções de Petrobras aumentaram muito, e os compradores de calls (opções que apostam na alta do papel) estão aceitando pagar prêmios caríssimos, demonstrando um nível de convicção incomum.

Na sexta-feira, por exemplo, uma opção que dá ao seu detentor o direito de comprar as ações da Petrobras a 25,16 reais (o chamado “strike”) em dezembro negociou 5 milhões de contratos a 1 real cada. Esse investidor só ganhará dinheiro se a ação subir pelo menos 25% a partir dos níveis atuais.

“Até fundos que nunca operam com opções estão comprando,” diz outro corretor.

A volatilidade das opções da Petrobras — uma medida da variação do preço — subiu de 35 para 55 nos últimos dois meses.

Obviamente, o fato de que o mercado migrou para Petrobras em massa aumenta muito o risco para todos os comprados. Qualquer mudança nas pesquisas que favoreça Dilma ou qualquer manchete negativa sobre a empresa pode potencializar o movimento de queda no papel.

Ainda assim, a Petrobras provavelmente continua sendo o ativo mais assimétrico na Bolsa, aquele em que o potencial de ganho supera mais o potencial de perda dependendo do resultado da eleição.

Como regra geral, os investidores estimam que a ação PN — hoje em 21 reais — possa ir para 30-40 reais se o PSDB ganhar a eleição; se Dilma se reeleger, a ação poderia voltar para 12-15 reais. (Veja)

 

Ricardo Kotscho, em foto de 2010

Apesar do pacto de lealdade que existe entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua sucessora, a presidente Dilma Rousseff, assessores de ambos têm tido embates nos bastidores da campanha. A informação, que vem sendo publicada em reportagens recentes, agora foi confirmada pelo jornalista Ricardo Kotscho, ex-porta-voz de Lula e figura próxima ao ex-presidente. Em texto publicado em seu blog no portal R7, Kotscho vê Dilma “cada vez mais sozinha na estrada, com a campanha à reeleição mostrando rachaduras no governo, no partido e na base aliada”.

“De um lado, Franklin Martins e Gilberto Carvalho, mais próximos a Lula, defendem uma estratégia ofensiva contra a oposição e a mídia aliada; de outro, os colaboradores mais próximos de Dilma, tendo à frente o marqueteiro João Santana, preferem tocar o barco sem fazer marola até começar a propaganda na TV”, escreve Kotscho. Ele lembra que “raros são os que saem em defesa das políticas de governo, mesmo entre seus ministros” e que algumas das lideranças empresariais que apoiaram Dilma em 2010 “agora estão na moita ou pularam para o outro lado”.

Kotscho afirma que Aécio, até aqui, preocupou-se apenas em criticar o governo “sem apresentar propostas viáveis para os problemas que o país enfrenta”. O jornalista vê o quadro econômico como um adversário para a presidente Dilma, mas ressalta que Aécio, pela primeira vez na campanha, passou “de estilingue a vidraça” com as denúncias sobre a construção do aeroporto em Cláudio, Minas Gerais. Ele critica a cobertura da imprensa, que chama de “amiga” de Aécio, e conclui: “Muita água ainda vai correr por baixo da ponte nesta campanha eleitoral”. (A Tarde)

“IMPÉRIO” ESTREIA MAL

"Império": estreia abaixo do esperado

“Império”: estreia abaixo do esperado

Por Lauro Jardim

Foi ruim a estreia de Império nesta segunda-feira (21), prometida ao mercado publicitário como a novela que vai elevar o patamar de audiência da Globo no horário nobre.

Em São Paulo, a média segundo o Ibope foi de 32 pontos. O número representa a pior audiência da história de um primeiro capítulo de novela das nove. Abaixo as últimas cinco estreias:

Em Família – 33 pontos
Amor À Vida – 35 pontos
Salve Jorge – 35 pontos
Avenida Brasil – 37 pontos
Fina Estampa – 41 pontos

No Rio, onde normalmente os índices são melhores, o Ibope também foi baixo para uma novela das nove (34 pontos). (Veja)

 

Anteriormente, a projeção de expansão do PIB era de 2,5% 

O governo reduziu de 2,5% para 1,8% a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014, segundo o Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas, divulgado nesta terça-feira. No documento, elaborado pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento, o governo elevou também para 6,2% a projeção de alta do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano, frente aos 5,6% estimados anteriormente — aproximando-se do teto da meta, que é de 6,5%. Trata-se da primeira vez no ano que o governo reduz a projeção de crescimento. Porém, trata-se da terceira alta nas estimativas de inflação. No primeiro relatório de 2014, a previsão era de IPCA a 5,3% no ano.

O governo calculou ainda que as receitas extraordinárias somarão 27,02 bilhões de reais entre julho e dezembro deste ano, acima dos pouco mais de 24 bilhões de reais esperados para o período de maio a dezembro. Segundo o documento, no novo valor estão incluídos 18 bilhões de reais distribuídos a partir de agosto de 2014 e que se referem, entre outros, ao Refis — o programa de parcelamento de débitos tributários. No último dia 10, o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, havia informado que o Refis geraria receita extra de 15 bilhões de reais neste ano.

Sem mencionar projeções com dividendos e concessões, o governo informou também que já incorporou às receitas não administradas os 2 bilhões de reais referentes a pagamento de bônus da Petrobras neste ano pela assinatura do direito da estatal explorar óleo excedente em áreas do pré-sal.

Confira na íntegra

A pesquisa Ibope divulgada pelo Jornal Nacional traz um alerta para o comitê eleitoral da presidente Dilma Rousseff: a região Sudeste concentra todos os piores números da candidata petista. Isso deve forçar o PT a fazer uma estratégia específica para recuperar popularidade e diminuir a rejeição, principalmente nos três principais colégios eleitorais do país: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Um detalhamento da pesquisa mostra que, no Sudeste, Dilma tem 32% contra 28% do tucano Aécio Neves e apenas 6% do socialista Eduardo Campos. Já no Nordeste, a situação é invertida: Dilma dispara e alcança 55% das intenções de voto, contra apenas 9% de Aécio e 11% de Campos.

No corte da escolaridade, o pior desempenho de Dilma é no grupo com nível superior: ela aparece com 27%, Aécio tem 33% e Campos, 11%. Mas a petista dispara entre os eleitores com baixa escolaridade.

Para quem ganha mais de cinco salários mínimos, o tucano lidera com 37%, Dilma tem 27% e Campos 11%. Mas entre os que recebem até 1 salário mínimo, Dilma pula para 56%, contra apenas 11% de Aécio e 7% de Campos.

Num eventual segundo turno, Aécio ganharia de Dilma no Sudeste (39% a 34%), no Sul (39% a 33%), no Norte/Centro Oeste (38% a 35%). Mas a petista abriria grande vantagem no Nordeste: ela tem 59% contra apenas 18% do tucano.

Outro ponto que chama atenção é a rejeição da presidente Dilma. Enquanto a média nacional é de 36%, no Sudeste, 42% dos entrevistados dizem que não votariam na petista. No Norte/Centro-Oeste a rejeição é de 44%.

Já Aécio Neves tem a maior rejeição no Nordeste: 20%. No país, a rejeição do tucano é de 16%, e a do socialista Eduardo Campos é de apenas 8%, o que mostra um grande nível de desconhecimento da sua candidatura. (G1/Blog do Camarotti)

 

Uma família na cidade de Itanhém, a cerca de 760 quilômetros de Salvador acusa um hospital de erro ao considerar um bebê recém-nascido como morto no último domingo (20). Segundo o pai da menina, Neilton Barbosa dos Santos, 36 anos, ela deu sinais de vida e se mexeu durante o velório.

Neilton afirma que ainda levou a criança de volta para o Hospital Maria Moreira Lisboa, mas ela levou quase uma hora para ser atendida. Em seguida, o médico constatou o óbito do bebê, que foi enterrado nesta segunda-feira (21). A esposa de Neilton estava grávida de gêmeas, que nasceram com sete meses de gestação. Uma das meninas morreu logo após o parto.

“Ligaram pra mim do hospital por volta de 18h30. Eu fui pra lá e só consegui trazer a menina pra casa às 21h30. Estava todo mundo esperando o corpo pro velório e quando minha mãe estava colocando uma roupa nela, ela se mexeu”, relata o pai, garantindo que pouco mais de vinte pessoas estavam no local para a ceriônia e perceberam a menina se movimentando.De acordo com Neilton, além de mexer a cabeça, as pernas e o braço, o bebê também abriu o olho, suspirou e colocou a língua pra fora da boca. O pai levou a menina de volta para o hospital ainda dentro do caixão onde ela foi colocada durante o velório, mas ela não resistiu. O médico ainda alegou que o corpo da menina foi liberado para a família sem que ele soubesse.

Neilton e outras pessoas presentes no velório já prestaram depoimento na delegacia de Itanhém. De acordo com o delegado da 8ª Coordenadoria de Polícia do Interior (8ª Coorpin/Teixeira de Freitas), Cléber Eduardo Gonçalves, a delegacia da cidade vai ouvir enfermeiros e médicos envolvidos para aprofundar as investigações.

“A delegacia já ouviu várias pessoas, mas a gente ainda não sabe exatamente como aconteceu a situação, se a menina estava realmente morta na hora que o pai pegou ela no hospital. Vamos ouvir mais pessoas para saber se a polícia vai ou não intervir no caso”, afirma o delegado da Coorpin que cobre a região de Itanhém.

A mãe da criança, Maria das Dores Rodrigues da Silva, 33 anos, teve alta do Hospital Maria Moreira Lisboa na última segunda-feira e já está em casa. (Correio da Bahia)

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (22) mostra Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, com 38% das intenções de voto para presidente da República. Em seguida, aparecem o senador Aécio Neves (PSDB), com 22%, e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), com 8%.

No levantamento anterior realizado pelo instituto, em junho, Dilma aparecia com 39%, Aécio com 21% e Campos com 10%.

O candidato do PSC, Pastor Everaldo, alcançou 3% das intenções de voto, mesmo percentual do levantamento anterior.

Encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, a pesquisa é a primeira do Ibope após o registro das 11 candidaturas a presidente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no último dia 5.

Confira abaixo os números do Ibope, segundo a pesquisa estimulada, em que os nomes de todos os candidatos são apresentados ao eleitor (os candidatos que aparecem com 0% são os que tiveram menos de 1% das menções cada um):

- Dilma Rousseff (PT): 38%
- Aécio Neves (PSDB): 22%
- Eduardo Campos (PSB): 8%
- Pastor Everaldo (PSC): 3%
- Luciana Genro (PSOL): 1%
- Zé Maria (PSTU): 1%
- Eduardo Jorge (PV): 1%
- Eymael (PSDC): 0%
- Levy Fidelix (PRTB): 0%
- Mauro Iasi (PCB): 0%
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
- Branco/nulo: 16%
- Não sabe/não respondeu: 9%

O Ibope fez a pesquisa entre as últimas sexta (18) e segunda (21). O instituto ouviu 2.002 eleitores em 143 municípios. A margem de erro é de dois pontos, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00235/2014. (G1)

Ariano Suassuna em aula-espetáculo (Foto: Divulgação / Roberta Guimarães)

Ariano Suassuna sofreu AVC hemorrágico e foi operado; quadro é crítico (Foto: Divulgação / Roberta Guimarães)

Boletim médico divulgado na noite desta terça-feira (22) informa que houve um agravamento do quadro clínico do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna, 87 anos, internado no Hospital Português, no Recife, desde a última segunda-feira (21). Segundo a nota, “a situação é instável, com queda da pressão arterial e pressão intracraniana muito elevada”. Ele permanece internado na UTI neurológica, em coma e respirando com ajuda de aparelhos. O boletim divulgado às 20h é assinado pela neurocirurgiã Feliciana Castelo Branco.

Ainda na noite da segunda, o escritor passou por uma cirurgia para a colocação de dois drenos, na tentativa de controlar a pressão intracraniana. Suassuna sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Não há previsão de alta.

No ano passado, Ariano Suassuna foi internado duas vezes. Na primeira ocorrência, em 21 de agosto, sentiu-se mal em casa e precisou ser hospitalizado. Ele sofreu um infarto agudo do miocárdio de pequenas proporções, de acordo com os médicos, e ficou internado na unidade coronária, mas depois foi transferido para um apartamento no hospital. Recebeu alta após seis dias de internamento, com recomendação de repouso em casa e nenhuma visita.

Dias depois, foi levado ao hospital novamente – dessa vez, foi detectado um aneurisma cerebral. O escritor passou por um procedimento chamado arteriografia, capaz de tratar o aneurisma, saiu da UTI e foi levado para um apartamento do hospital, de onde recebeu alta seis dias depois da internação, no dia 4 de setembro.

Autor de “O auto da compadecida”, entre diversas outras obras, Ariano Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927, em João Pessoa, e cresceu no Sertão paraibano. Mudou-se com a família para o Recife em 1942. Sua primeira peça, “Uma mulher vestida de sol”, ganhou o prêmio Nicolau Carlos Magno em 1948.

Tem contos e livros adaptados para a televisão e para o cinema. “O auto da compadecida” foi adaptado para a televisão em 1999, por Guel Arraes, enquanto “Romance d’a pedra do reino” e “O príncipe do sangue do vai-e-volta” deram origem à minissérie “A pedra do reino”, com direção de Luiz Fernando Carvalho, exibida na Rede Globo em 2007. (G1)

saiba mais

Um idoso esfaqueou a esposa e a empregada doméstica que trabalhava em sua casa na tarde da última sexta-feira (18). Antônio Ribeiro de Oliveira, 81 anos, ainda se golpeou com a faca, mas já recebeu alta do hospital e foi preso em flagrante.

O caso aconteceu dentro da residência do casal de idosos, no bairro de Vila Olímpia. A esposa do autor do crime, Maria Zenilda dos Santos, 74 anos, tinha câncer na região do abdôme e fazia sessões de quimioterapia. Ela foi golpeada na região do tumor e morreu no último domingo (20), após ficar internada no Hospital Emec, em Feira de Santana.

Antônio e a empregada, Maria Oliveira Nascimento, 54 anos, foram internados no Hospital Clériston Andrade e receberam alta no último sábado (19). Segudno Maria Clécia Vasconcelos, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, o idoso foi preso em flagrante e encaminhado para o presídio de Feira de Santana.

A delegada afirma que o acusado não conseguia falar durante o interrogatório, pois aparentava estar transtornado, mas depoimentos colhidos com a família indicam que ele não tinha um bom relacionamento com a empregada, o que teria motivado o crime. “Ele tinha problemas com a empregada e a mulher costumava proteger a doméstica e ficar do lado dela”, relata Vasconcelos. (Correio da Bahia)

 

6º BPM realiza condução à delegacia por exercício irregular de profissão

Policiais da 1ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar, por solicitação de dois fiscais de odontologia, apresentaram na delegacia de Polícia Civil Edinilson Pereira de Oliveira e José Nilton da Silva acusados de exercício irregular da profissão de dentista, na Rua Visconde do Rio Branco, em Senhor do Bonfim, nesta segunda feira (21), às 15h30.

Foram apreendidos materiais utilizados em odontologia, seringas, agulhas, anestésicos e instrumentos cirúrgicos.

6º BPM realiza condução à delegacia por ameaça

Policiais da 3ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar conduziram à delegacia Nelson da Silva, 47 anos, por ameaçar, com um canivete, sua ex-esposa e por desacato, no Centro da Cidade de Andorinha, nesta segunda feira (21), às 19 horas.

O acusado, que desacatou os policiais e reagiu ao ser conduzido, foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Senhor do Bonfim.

 

A polêmica envolvendo o afastamento do deputado Capitão Tadeu (PSB), da Assembleia Legislativa da Bahia, foi comentada na manhã desta segunda-feira pelo presidente da casa, deputado Marcelo Nilo (PDT)

O parlamentar afirmou durante o programa Acorda pra Vida, da rádio Tudo FM, que não vai aceitar ouvir mais acusações por parte do socialista. “Se o deputado Tadeu falar mais uma vez, que junto com a ministra [Luciana Lóssio], faço parte de uma quadrilha e que eu fiz parte para cassar o mandato dele, eu processo. Não fiz antes pois ele era deputado. Ele tem direito de fazer críticas, mas se ele disser isso hoje, tenha certeza que eu vou processar”, disse. Nilo comentou também a atual relação entre ACM Neto e Jaques Wagner, após a polêmica da criação da Entidade Metropolitana.

“O governador tomou uma decisão técnica ao enviar o documento ao prefeito, e ele [ACM Neto] foi e polemizou. Eles são dois homens públicos e tem que haver respeito. Na minha opinião, ACM Neto cometeu um equívoco, pois contra lei não se discute. É um direito dele entrar na justiça, se ele ganhar tudo bem, mas se perder tem que cumprir a lei”, pontuou. (Tribuna da Bahia)

Dilma Rousseff: preocupação com economia enfraquecida

Dilma Rousseff: preocupação com economia enfraquecida 

As novas previsões sobre um crescimento ainda menor neste ano preocupam o governo e, consequentemente, o comando da campanha de Dilma Rousseff à reeleição. No Palácio do Planalto, a avaliação é de que, passada a Copa do Mundo, a economia vai dominar o debate eleitoral e, por isso, é preciso reforçar o discurso sobre a ampliação do emprego e da renda dos trabalhadores obtida desde o primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva. Em estratégia comum no PT, a ordem é atacar os adversários diante das críticas. O partido tenta tachar os principais rivais de Dilma na corrida ao Planalto, Aécio Neves e Eduardo Campos, como “aves do mau agouro”.

Aécio e Campos já têm usado o pior desempenho da economia – inclusive em temas caros aos petistas, como o emprego – para fustigar a imagem de gestora de Dilma. A difícil situação da economia foi o principal assunto da reunião desta segunda-feira de Dilma com coordenadores de sua campanha, após uma semana de tensão e brigas entre petistas por mais poder no comitê da reeleição. O sinal amarelo foi aceso porque, pela primeira vez no ano, a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) na pesquisa Focus do Banco Central (com economistas de instituições financeiras) ficou abaixo de 1%, fato que se soma ao aumento dos preços – em junho, o acumulado dos últimos 12 meses da inflação oficial superou o teto da meta (6,5%).

O oitava revisão consecutiva do PIB para baixo, na pesquisa, significa a iminência de uma recessão. O governo teme que o pessimismo em relação à economia atue como um veneno na campanha de Dilma, que promete reagir com vigor para se contrapor à guerra de números a ser puxada pela oposição.

Confira na íntegra

Por Miriam Leitão ( CBN)

O PIB do segundo trimestre só sai em agosto, mas a equipe econômica já começa a trabalhar com a hipótese de que há uma recessão. Nos primeiros três meses do ano, a economia avançou apenas 0,2%, dado que pode ser revisto. Caso fique negativo nos dois trimestres, tecnicamente o país estará em recessão, e não apenas estagnado. Os indicadores preliminares indicam para esse caminho.

Os consumidores apresentam apetite menor. Não bastasse a inflação alta e o baixo crescimento, falta clareza sobre o preço da energia nos próximos meses. Com essas incertezas, os empresários investem menos. Nesse cenário, o ano será de crescimento pequeno ou mesmo de recessão.

Mas o próprio governo está preocupado com esse ambiente recessivo que o país está vivendo, independentemente dos números. Mas por enquanto é cedo para dizer que o país está em recessão. O que sim já se pode dizer é que o país vive uma estagnação. (G1)

Ouça aqui o comentário na CBN.

O CANGAÇO POPULAR

Delegacia incendiada em Amargosa

Por Malu Fontes

Embora o último cangaceiro do bando de Lampião já tenha morrido (há um mês, aos 97 anos), dificilmente haverá um nordestino que nunca tenha ouvido uma referência à turma de Virgulino Ferreira da Silva, que nos anos 20 e 30 aterrorizou o interior do Nordeste. A palavra cangaço é ainda tão forte no imaginário nordestino que tem sido usada para nominar de novo cangaço os bandos armados que hoje chegam às pequenas e médias cidades do interior do país e, armados até os dentes, ameaçam a população, prendem as autoridades, inclusive e sobretudo a polícia, disparam tiros para o alto e explodem com bombas agências bancárias em assaltos cinematográficos apavorantes.

Há uma semana, no entanto, essas cenas, que só eram vistas nas cidades do interior protagonizadas por assaltantes de banco e que pareciam atualizar no presente o cangaço do passado, adquiriram o aspecto de um levante popular na cidade de Amargosa,  a   220 quilômetros de Salvador. Após um policial civil matar com um tiro na cabeça uma criança de 1  ano, durante uma caçada atrapalhada a um suposto bandido que teria fugido  pelo quintal da família da vítima, a população transformou as ruas da cidade em cenário de cangaço. Revoltada com o assassinato e pedindo justiça, a população protagonizou um faroeste em tons mais intensos do que aqueles vistos nos episódios de assaltos a banco. Encapuzados, moradores fizeram barricadas, bloquearam ruas, incendiaram e depredaram mais de 16 carros, 40 motos, um ônibus escolar e um caminhão. Além disso, saquearam todas as armas da delegacia, soltaram os 14 presos e incendiaram o prédio, destruindo-o.

O clima na cidade está longe de arrefecer no que se refere à indignação da população. No entanto, os detalhes que se sucederam ao episódio só têm contribuído  para que a reivindicação por justiça cresça. Somente graças à imprensa soube-se que o acusado pelo disparo
que matou a criança, embora atue como policial civil em Amargosa,  tem nada menos que um mandato de vereador na Câmara Municipal de Cachoeira. Como a mesma pessoa, sem licença de nenhuma dessas duas funções, pode exercê-las simultaneamente é uma boa pergunta, tanto se feita à Polícia Civil quanto se feita à Câmara de Cachoeira.

No meio do faroeste popular deflagrado pelo episódio, coube inclusive ao prefeito de Cachoeira declarar uma pérola para a imprensa no último final de semana. Disse que não conhecia o vereador. Sem desenhar fica difícil compreender essa afirmação do prefeito. Ou, de repente, é mais óbvio do que parece: como o acusado é policial civil em outro município que não aquele que o elegeu vereador e onde deveria exercer um mandato, pode ser que nunca disponha mesmo de tempo para comparecer às sessões na Câmara de Cachoeira. Daí o prefeito nunca ter tido a honra de ser apresentado ao vereador armado. Ontem foi anunciado o seu afastamento das funções parlamentares.

A delegada de Amargosa, que na confusão fugiu para refugiar-se num hotel, também foi afastada do cargo. Em protestos nas ruas, os moradores continuam cobrando a prisão do policial e a sua ida a júri popular. Mas, pelo andar da carruagem, a segurança pública do estado parece não ter sido capaz de dimensionar o que quer e o que pode uma população furiosa com a associação entre violência, injustiça e impunidade. Não faltaram autoridades colocando panos quentes, negando o disparo de tiros na casa onde a criança morreu e escondendo os nomes dos policiais envolvidos. Um dia, todo povo cansa de ser gado abatido e a linha que separa cidadãos comuns de cangaceiros de ocasião torna-se invisível. (Correio da Bahia)

Candidatos condenam petista em evento sobre violência contra mulher (Foto: Divulgação)

A ausência de Rui Costa (PT) no debate sobre violência contra a mulher, realizado ontem com candidatos ao governo na Defensoria Pública,  fez com que o petista se tornasse novamente alvo de críticas dos concorrentes ao Palácio de Ondina.

Rui já havia se ausentado do primeiro debate entre candidatos, promovido, na sexta-feira passada, pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), para discutir propostas voltadas à segurança pública no estado. “É preciso ter coragem para enfrentar este problema e o candidato do atual governador, mais uma vez, se ausentou de um debate sobre a violência, numa clara demonstração de incapacidade de tratar uma questão que aflige diretamente a vida de baianas e baianos”, disse o candidato do DEM, Paulo Souto.

“A estratégia de marketing (de Rui) vai de encontro a princípios políticos e ideológicos, da luta de amigas do PT que vejo aqui”, afirmou a candidata do PSB, Lídice da Mata, ao se referir à ausência do petista. Segundo a assessoria de Rui, o candidato não foi ao debate porque já havia marcado uma entrevista à rádio Band News, também na manhã de ontem.

O candidato do Psol, Marcos Mendes, também não foi ao evento, mas mandou como representante a candidata a deputada federal Zilmar Alverita – o que motivou queixas por parte de coordenadores de campanha de candidatos. Já Rogério Da Luz (PRTB) e Renata Mallet (PSTU) compareceram ao evento, promovido pela Rede de Atenção às Mulheres em Situação de Violência.

No debate, a Rede expôs dados da violência à mulher na Bahia. Segundo o último relatório do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a Bahia ocupou, em 21013, o segundo lugar no ranking nacional de homicídios de mulheres, com taxa de 9,08 assassinatos a cada 100 mil habitantes.

A Bahia está atrás apenas do Espírito Santo, com taxa de 11,24. Na ocasião, a Rede entregou aos candidatos um documento com 10 propostas de políticas públicas para conter a violência contra mulheres. (Correio da Bahia)

Coluna do Augusto Nunes (Veja)

Em 1° de outubro de 2012, o escritor João Ubaldo Ribeiro publicou no jornal O Globo uma crônica que retratou com perturbadora nitidez o desprezo de Lula por códigos éticos e a decomposição moral do PT. Pena que o grande romancista não tenha vivido para ver o desmoronamento do Império da Safadeza, anunciado pelas rachaduras no trono ainda ocupado por Dilma Rousseff.

Com dois anos de atraso, as pesquisas eleitorais vão desenhando o desfecho previsto no texto abaixo reproduzido. Confira. (AN)

A HORA DA SAIDEIRA
João Ubaldo Ribeiro

Na semana passada, li um artigo do professor Marco Antonio Villa, que não conheço pessoalmente, mostrando, em última análise, como a era Lula está passando, ou até já passou quase inteiramente, o que talvez venha a ser sublinhado pelos resultados das eleições. Achei-o muito oportuno e necessário, porque mostra algo que muita gente, inclusive os políticos não comprometidos diretamente com o ex-presidente, já está observando há algum tempo, mas ainda não juntou todos os indícios, nem traçou o panorama completo.

O PT que nós conhecíamos, de princípios bem definidos e inabaláveis e de uma postura ética quase santimonial, constituindo uma identidade clara, acabou de desaparecer depois da primeira posse do ex-presidente. Hoje sua identidade é a mesma de qualquer dos outros partidos brasileiros, todos peças da mesma máquina pervertida, sem perfil ideológico ou programático, declamando objetivos vagos e fáceis, tais como “vamos cuidar da população carente”, “investiremos em saneamento básico e saúde”, “levaremos educação a todos os brasileiros” e outras banalidades genéricas, com as quais todo mundo concorda sem nem pensar.

» Clique para continuar lendo

Fernando Henrique Cardoso mencionou como “oportunidades” o aumento da inflação

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse nesta segunda-feira, 21, em entrevista ao jornal chileno “La Tercera”, que a atual situação econômica do Brasil “dá novas e melhores oportunidades para a oposição”, referindo-se às eleições de outubro.

Ele mencionou como “oportunidades” o aumento da inflação, a piora das contas externas e das contas públicas e perda de confiança dos agentes econômicos no governo. “O povo sente um mal-estar palpável em sua vida cotidiana”, disse.

De acordo com FHC, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) beneficiou-se das linhas macroeconômicas criadas na gestão tucana e do alto preço das commodities, alavancadas pela demanda chinesa.

Depois da crise de 2008, prosseguiu ele, a economia já não podia mais crescer de forma sustentável puxada pelo consumo. “Dilma tentou estimular a inversão afrouxando a política fiscal, forçando a queda da taxa de juros e concedendo incentivos seletivos a alguns setores”, mas a “colheita” dessa nova política ‘foi paupérrima”, informou.

FHC disse ainda ao jornal chileno que há um “mal-estar difuso” na sociedade brasileira e que é um erro crer que isso se deva apenas aos meios de comunicação ou à “elite branca”.

Ele vê uma “insatisfação ampla e crescente” devido à inflação, ao baixo crescimento e à baixa qualidade de educação e saúde.

Nos grandes centros urbanos, prosseguiu, “as taxas de criminalidade são elevadas e o transporte público é caro”. Assim, ele acredita que, na campanha eleitoral, o candidato tucano Aécio Neves terá tempo suficiente para ser competitivo e levar as eleições ao segundo turno. (A Tarde/Colaborou João Domingos)

Leia mais

 FHC: Lula ‘se enganou’ ao não acreditar no Plano Real

 

Com a redução do preço, aumentou o movimento nos postos

As promoções realizadas por postos de combustíveis de Salvador fazem o preço da gasolina comum variar até 28% na cidade. Levantamento feito por A TARDE, na segunda-feira, 21, em 11 postos encontrou o litro da gasolina de R$ 2,56, no posto Paralela 1, da Menor Preço, a R$ 3,29, no Posto 2, bandeira BR, na Avenida Paralela.

Segundo o presidente do Sindicombustíveis (Sindicato do Comércio de Combustíveis da Bahia), José Augusto Costa, a queda de quase 25% na venda de combustíveis entre os meses de junho e julho, quando comparado com igual período do ano passado, pode ter contribuído para as sucessivas promoções que ocorrem há um mês.

“Houve uma retração das vendas antes da Copa do Mundo, talvez isso tenha provocado algum revendedor para que entendesse que para vender mais teria que baixar o preço. Automaticamente, ele baixou e fez com que o vizinho também diminuísse o preço”, afirma Costa.

Para o presidente do Sindicombustíveis, a queda de preços é uma consequência da concorrência e da luta de postos de combustíveis e distribuidoras para conquistar espaço. “Enquanto as pessoas se agridem no mercado, o consumidor agradece”.

Caso o consumidor encha o tanque com 50 litros de gasolina comum no posto mais caro, irá gastar R$ 164,50. Ao abastecer a R$ 2,56, o litro, a conta ficaria em R$ 128,
R$ 36,50 mais barata.

A promoção também fez cair o valor da gasolina aditivada, que pode ser encontrada a partir de R$ 2,59, nos postos Menor Preço, em Patamares, e Menor Preço, na Avenida Paralela.

Já o álcool é vendido a partir de R$ 2,05 (Menor Preço – Paralela, Menor Preço – Patamares, Posto Shell Tancredo Neves, e Posto Escola, bandeira BR, no Stiep) a R$ 2,68, no Posto 2 (BR), na Avenida Paralela.

Consumidores

Quando o preço está baixo, é hora de encher o tanque para o contador Valdemar Gonçalves, que sempre pesquisa antes de abastecer. “Sempre procuro o mais barato. Só completo o tanque para aproveitar alguma promoção. Quando está mais caro, eu regulo (a quantidade”.

A bancária Angela Barbosa aproveitou a promoção para encher o tanque antes de entregar um carro alugado. “Quase todos os locais estão com o mesmo preço desde a semana passada”, afirma.

Mas nem todos os consumidores têm a preocupação de procurar o posto de gasolina mais barato antes de abastecer. O técnico em eletrônica Gilberto Amaciel é daqueles que sempre abastece em poucas quantidades, várias vezes por mês.

“Não sou daqueles que liga para preço. Onde dá para abastecer na correria do dia, eu coloco R$ 20. Mas se tiver um do lado do outro mais barato, claro que economizo”. O policial militar Tiago Duarte, prefere frequentar sempre o mesmo posto para aproveitar o programa de fidelidade de seu cartão de crédito.

Confira os preços em postos de Salvador

Menor Preço –  Paralela Gasolina Comum: R$ 2,56; Aditivada: R$ 2,59; Álcool: R$ 2,05

Posto BR –  Alphaville Gasolina Comum: R$ 2,57; Aditivada: R$ 3,14; Álcool: R$ 2,19

Posto Shell –  Tancredo Neves Gasolina Comum: R$ 2,58; Aditivada: R$ 2,73; Álcool comum: R$ 2,05

Posto BR –  Stiep  Gasolina Comum: R$ 2,58; Aditivada: R$ 2,94; Álcool: R$ 2,05

Menor Preço –   PatamaresGasolina Comum: R$ 2,59; Aditivada: R$ 2,59; Álcool: R$ 2,05

Posto Shell – Costa AzulGasolina Comum: R$ 2,59; Aditivada: R$ 2,84; Álcool: R$ 2,25

Posto Shell – Patamares Gasolina Comum: R$ 2,65; Aditivada: R$ 3,24; Álcool: R$ 2,09

Posto BR –  Aeroclube Gasolina Comum: R$ 2,69; Aditivada: R$ 2,79; Álcool: R$ 2,29

Posto 2 BR –    Paralela Gasolina Comum: R$ 3,29; Aditivada: R$ 3,39; Álcool: R$ 2,68 (A Tarde)

Dunga deve retornar à seleção brasileira após dirigir equipe na Copa do Mundo de 2010

Dunga deve retornar à seleção brasileira após dirigir equipe na Copa do Mundo de 2010 (Richard Heathcote/Getty Images)

A decisão de chamar o técnico Dunga para o comando da seleção brasileira pode ser uma estratégia da cúpula da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para blindar os dirigentes da entidade, bastante criticados principalmente após a campanha da seleção brasileira na Copa do Mundo no Brasil. A informação é da edição desta terça-feira do jornal O Estado de S. Paulo.

Para o ex-secretário geral da CBF, Marco Antonio Teixeira, a confederação “usou o Gilmar Rinaldi (nomeado coordenador geral de seleções) para chegar ao Dunga”. “Todo mundo sabe que o Dunga não deixa nada nem ninguém sem resposta. (José Maria) Marin e Marco Polo Del Nero (atual e futuro presidente da entidade, respectivamente) acreditam que isso pode desviar um pouco o foco das investigações que o Congresso quer reavivar na entidade”, disse.

Ainda segundo o Estado, um amigo de Marin contou que, logo depois da definição sobre Gilmar Rinaldi, a CBF cogitou convidar Leonardo, também campeão em 1994, para o cargo de treinador, mas desistiu por causa de seu perfil “brando” demais.

Apesar de o Brasil não ter tido uma campanha bem sucedida na Copa de 2010, na África do Sul, quando Dunga teve sua primeira passagem como técnico da seleção, seu estilo duro e de responder a todas as críticas da imprensa agradou os cartolas do futebol nacional.

Um presidente de uma influente federação estadual do país, que fez oposição ano passado a Marin e Del Nero, resumiu o que pensa sobre as mudanças na comissão técnica da seleção. “Felipão afirmou que iria até o inferno para proteger seus jogadores. Dunga faria o mesmo e mais um pouco: defenderia seus atletas e também a CBF. É um acordo tácito.”

Leia também:
-Dunga deve ser anunciado nesta terça-feira

-Gilmar Rinaldo é o novo coordenador de seleções da CBF

77 deputados estão na disputa por outros cargos nas eleições deste ano

Dos 513 deputados federais, 399 (77,78% da composição atual da Câmara) vão concorrer à reeleição em outubro deste ano. Dos 114 restantes, 37 (7,21%) não disputarão nenhum cargo e 77 (15%) concorrerão a outros cargos.  Os dados foram divulgados pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

De acordo com o levamento, dos 77 que almejam outros cargos, 21 querem se tornar vice-governadores, 21 disputarão cadeira no Senado, 19 preferem ser deputados estaduais, dez pretendem ser governadores e seis são candidatos a suplente de senador.

Ainda segundo o Diap,  a renovação pode ser de 22,22%, se todos que tentam a reeleição conseguirem outro mandato de deputado. Em 2010, o índice de renovação foi de 45%.

A estimativa do Diap é que a renovação da Câmara em 2014 ultrapasse a média histórica, superando os 50% da composição da Casa. Veja abaixo a lista dos deputados e respectivas candidaturas. (Congresso em Foco)

SETOR ELÉTRICO: CRISE RECORRENTE


Heitor Scalambrini Costa

Professor da Universidade Federal de Pernambuco

Neste início de 2º semestre, o cenário do setor elétrico deixa claro, mais uma vez, os numerosos erros cometidos nos últimos anos, e que foram potencializados, apontando para uma urgente e indispensável transformação na estrutura de organização, de gestão e de planejamento do setor.

A tímida reforma ocorrida em 2004 não trouxe a pretendida resposta ao racionamento de 2001. Logo, o que se verifica atualmente tem a ver com o que não foi realizado no primeiro governo do presidente Lula: uma mudança no modelo mercantilista da geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. De lá para cá, vivenciamos um setor estratégico do país com vários remendos.

Do lado da expansão, as opções se concentraram nos questionáveis mega-projetos hidroelétricos na região Amazônica; na ampliação do parque de usinas termoelétricas a combustíveis fósseis, caras e poluentes; e na reativação do programa nuclear brasileiro, com a construção de Angra 3 e da proposta de mais 4 usinas, mesmo frente ao amplo repúdio popular.

Como consequência dos equívocos, erros e mesmo incompetência técnica e gerencial, as tarifas estão estratosféricas e a qualidade dos serviços pífia. Mesmo a prometida redução de 20% nas tarifas de energia elétrica, através da estratégia armada pelo Ministério de Minas e Energia com a promulgação da MP 579/12 (convertida na Lei no 12.783, de 11 de janeiro de 2013), não terá praticamente qualquer efeito até o final deste ano.  Os aumentos médios nas contas de energia aos consumidores residenciais em 2014 devem ficar entre 16% e 17%, visto os aumentos já concedidos no 1º semestre; o que praticamente anula a redução do ano passado. E em 2015, de acordo com previsões de consultorias do ramo, será pior: o reajuste ficará entre 21% e 25%.

Aliada a tarifas caras constata-se a flagrante deterioração na qualidade e riscos no abastecimento de energia elétrica.

Com o modelo hidro-térmico adotado, a dependência do comportamento hidrológico, cada vez mais influenciado pelas mudanças climáticas, tem sido utilizada como justificativa para o acionamento das usinas térmicas. Agora não mais em caráter emergencial, e sim permanente. E, como a energia gerada por tais usinas é bem mais cara que a hidroeletricidade, os custos são repassados ao consumidor e pagos em suas contas de luz. Além de embutidos em impostos para todos os contribuintes.

O custo do acionamento continuado das caríssimas termelétricas de reserva, desde 18/10/12, que chega a suprir cerca de 12,5% da carga total, chegará à estratosférica soma de R$ 50 bilhões no corrente ano (R$ 2,3 bilhões mensais), segundo estimativas preliminares. Esse cálculo considerou um custo médio de R$ 420/MWh. Agora, é só fazer a conta. Se o problema persistir por mais 12 meses, os custos chegarão a R$ 78 bilhões. E quem pagará a conta? Os mesmos, claro: nós, consumidores e contribuintes.

No aspecto ambiental, são catastróficas as opções adotadas pelo governo federal, que excluiu do processo decisório as organizações sociais, especialistas independentes e consumidores. O setor de energia no país, outrora lembrado por sua produção com baixa emissão de carbono, tem elevado substancialmente as emissões de gases de efeito estufa. Dados do Observatório do Clima revelam que o segmento foi responsável pela emissão de 436,7 milhões de toneladas de CO2 em 2012, aumento de 30% em relação as 335,7 milhões de toneladas emitidas em 2006.

O setor elétrico precisa de urgentes mudanças estruturais. Lamentavelmente, os candidatos presidenciais dos grandes partidos não nos oferecem qualquer perspectiva da necessária transformação. Além do anunciado “realinhamento das tarifas”, qual o plano, senhores?

LISTA DE REMÉDIOS QUE FICARAM MAIS BARATO

A lista de medicamentos com desconto por conta da isenção de imposto PIS/Cofins passa a ter 1.645 produtos a partir desta segunda-feira (21), com a atualização da lista de preços da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A agência reduziu o preço máximo de mais 174 medicamentos, que passam a ter desconto médio de 12% nas farmácias por conta da retirada dos impostos. Foram incluídos, por exemplo, remédios para disfunção erétil, prevenção de AVC e infarto, tratamento de depressão, indução de ovulação, anti-inflamatórios e vacina contra gripe. Veja a lista dos 174 medicamentos incluídos.

A lista geral com os valores de todos os medicamentos que têm os preços controlados (disponível neste link) é atualizada mensalmente e indica os valores máximos que cada produto pode ter para o consumidor.

Já a “lista positiva”, que isenta de PIS/Confins algumas substâncias, foi criada em 2001 e desde então é atualizada periodicamente com os que recebem isenção de tributos. A última atualização foi feita em 2007. Essa lista representa 75,4% dos medicamentos comercializados em todo o país, de acordo com o Ministério da Saúde.

Tarja vermelha e preta
Quase todos os medicamentos tarja vermelha e preta estão isentos de PIS/Cofins, o que diminui o custo de remédios usados no tratamento de artrite reumatoide, câncer de mama, leucemia, hepatite C, doença de Gaucher e HIV, entre outros, diz o ministério.

Os critérios estabelecidos pelo ministério e pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) para escolher as substâncias que terão isenção leva em conta “as patologias crônicas e degenerativas; os programas de saúde do governo instituídos por meio de políticas públicas e a essencialidade dos medicamentos para a população”.

A CMED é responsável pelo monitoramento dos preços dos remédios e por garantir que as reduções de imposto sejam integralmente refletidas nos preços fixados como teto para os produtos. (G1)

ARIANO SUASSUNA SOFRE AVC HEMORRÁGICO

O escritor Ariano Suassuna voltou a ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Real Hospital Português, em Recife, na noite desta segunda-feira (21), após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. De acordo com os médicos ouvidos pelo Diário de Pernambuco, o estado de saúde do dramaturgo é considerado grave, porém estável.

Ariano Suassuna foi hospitalizado por volta das 20h com um sangramento intracraniano e, logo em seguida, foi submetido a uma cirurgia, considerada bem-sucedida pelos médicos. Não se sabe, no entanto, quando o escritor e dramaturgo deixará a UTI Neurológica da unidade de saúde.

Em Salvador
Na última quarta-feira (16), Ariano esteve em Salvador, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, para uma aula-palestra, que integrou a programação do projeto ‘Ariano Suassuna – Arte como Missão’, que engloba ainda exposição fotográfica e mostra de videos, em cartaz na Caixa Cultural de Salvador. (Correio da Bahia)

Documentos recuperados na Ouvidoria da PM em Senhor do Bonfim

6º Batalhão de Polícia Militar  apresenta relação atualizada dos documentos que se encontram na Ouvidoria PM,localizada no SAC do Central Shopping, Praça Nova do Congresso, à espera dos respectivos donos, com comprovação.

O 6º BPM, através de sua Ouvidoria, presta, gratuitamente, o serviço de recuperação de documentos perdidos à população de Senhor do Bonfim.

ADEMIR OLIVEIRA DA SILVA

ANDRE KAZUO HOROTA

ALCIDES PEREIRA DOS SANTOS

ALEXANDRO DOS ANJOS SILVA BARBOSA

ALINE RIBEIRO DA SILVA

AMILTON SANTANA DOS SANTOS

ANNA KAROLINA DE ALMEIDA

ANA CARINA FREIRE BARBOSA

ANTONIO TOLENTINO MARTINS

ARGEMIRO JOSE DE SOUZA

HELENA PEREIRA DE SOUZA

BRÍGIDA MARIA FILHA

CARLO CARNEIRO CASTOR DE CERQUEIRA

CARLOS RODRIGUES DOS SANTOS

DILMA CLELIA SANTANA COSTA SANTOS

CICERO ANTONIO DA SILVA

CLAUDIO HENRIQUE FERREIRA

CLEVEN JHONATAN F. DA SILVA

CRICIA CAROLINA BERNARDO DA SILVA

DAGOBERTO ALVES VIEIRA

DANIEL ALVES CASTOR DE CERQUEIRA

DANILO DA SILVA

DARIO DOS SANTOS SILVA

DIANE VASCONCELOS DE SANTANA OLIVEIRA

DIONISIO XAVIER DOS SANTOS

EDEMILTON ALVES DOS SANTOS

EDILEUSA PEREIRA VIEIRA

EDILSON ANTONIO DOS SANTOS

EDINEIDE SOUZA SANTANA

EDLENE DE JESUS SOUZA

EDMILSON DANTAS DA SILVA

EDMILSON PEREIRA DE SOUZA

EDNA DA SILVA PEREIRA

ELIAS MARTINS DO NASCIMENTO

EMERSON DOS SANTOS FERREIRA

ERICA VANESSA DA SILVA SOUZA

EUCLIDES VIEIRA DA SILVA

GABRIEL DOS SANTOS SANTANA

GENOLINA MATOS DOS SANTOS

GILDETE DA SILVA SANTOS

GILVANDETE VIEIRA DA CRUZ

GISELIA MARIA DA SILVA SOUZA

ISMAEL SILVEIRA SILVA

JAINE OLIVEIRA SILVA

JAIRO DOS SANTOS SOUZA

JAIRO LUIZ GOMES L. JUNIOR

JARLEON SILVA COSTA

JESSICA MENEZES DOS SANTOS

JHONATHAN REIS DE SANTANA

JHONNY BARBOSA DA SILVA PASSOS

JOÃO PAULO NASCIMENTO DA SILVA

JORGE ELI DE CARVALHO

JORGE LUIZ BISPO DA SILVA

JOÃO PEDRO MORAIS DA SILVA

JORLANDIA GOMES DA SILVA

JOSÉ ALANO BARBOSA DA SILVA

RAILDA OLIVEIRA SILVA

JOSÉ DE JESUS SOUZA

JOSÉ GONÇALVES DA SILVA

FLORA MARIA PEREIRA SILVA

JOSE GUILHERME DO NASCIMENTO

JOSÉ JOÃO FIGUEREDO

JOSÉ LOPES DA SILVA NETO

JOSE LUCILENO ALEIXO DE CARVALHO

JOSÉ ROBERTO OLIVEIRA DOS SANTOS

JOSELIA ALZIRA DA SILVA SANTANA

JOSIVALDO ALVES DA SILVA

JOSUÉ ALVES DOS SANTOS

MARIA SANTOS BRITO ALVES

JOZIAS ALVES DOS SANTOS

DENOURA PENHA DOS SANTOS

LUANA PEREIRA GONÇALVES

LUCIANA DE JESUS CARNEIRO

JORDANA AMORIM DE ALMEIDA

JUCIMARA DA SILVA

JUNIOR BARBOSA SILVA

LAYSE SILVA DE LUCEMA

LEIDE DE JESUS SANTANA

LEONARDO FERREIRA PRADO

LIDIANE MARIA DE CARVALHO LINO

LUCIANO DE JESUS FERREIRA

LUIZA FERNANDA OLIVEIRA DE SOUZA

MAYONE MARINHO

MANOEL ANTONIO DA SILVA

MANOEL DOMINGOS DE SANT’ANA

MARIA DA PAZ BERTULINO DA SILVA

MARCO ANTONIO FIGUEIREDO DA SILVA

MARIA DAS DORES DE JESUS

MARIA DE FÁTIMA DAS VIRGENS RIBEIRO

MARIA LAIANE BONFIM ROCHA

MARIA LUIZA O. DOS SANTOS

MARIA NILZETE MOURA DA SILVA

MARIANA SANTOS MAIA COSTA

MILLER SANTOS GOUDINHO

MOISES CORREIA LIMA SIMOES

NAIARA MAIA SILVA

NEIANE CONCEIÇÃO DA CRUZ

OSMAR DO NASCIMENTO BRITO

OSMARIO OLIVEIRA DA SILVA

PAULO ANIERI DE OLIVEIRA SOARES

PAULO PEREIRA DOS REIS

PAULO ROBERTO FERREIRA DA SILVA

PEDRO VICTOR DE JESUS NUNES

RODRIGO GAMA DE SOUZA

ROGÉRIO SILVA DOS SANTOS

RONALDO DOURIVAL DA SILVA

ROSANGELA DOMINGUES DO NASCIMENTO

RUI PASSOS DE OLIVEIRA

SAFIRA BORGES MOREIRA PARENTE

SALETE MORAES TORRES DOS SANTOS

SONIA MAGALY DE SOUZA HENRIQUE

TARCIO RODRIGUES PENALVA PAULO

TATIANE ALMEIDA DE SOUZA

THAILLA VERENA BATISTA RIBEIRO

THIAGO SENA SALOMÃO

UBIRANDI DE AZEVEDO CERQUEIRA

VALDOMIRO LIMA DOS SANTOS

ZIDEILSO BARBOSA SERAFIM

DUAS PENCAS DE CHAVES

Foto: O xcm de pojuca foi marcado por MUITA lama e superação. Consegui fazer uma boa prova, assumi a liderança  nos primeiros quilometros e terminei em 1º lugar na minha categoria e em 4ºlugar na geral.Grato a Deus por tudo em minha vida.Venho aqui deixar meus agredimentos a minha noiva, Lara Maria; minha familia, amigos e colegas que torcem por mim; A Policia Militar da Bahia, Anselmo Bispo, Sidney Lima, Erica Patricia, ten cardeal por todo o apoio e incentivo.Aos meus patrocinadores: Dr.a Jerda Lane,  Paulinho veiculos, Bonfim Pneus. Com a confianca e parceria de todos consegui mais essa vitoria e continuar na liderança do campeonato baiano de xcm. E vamos em frente quem dia 03/08 tem mais em Alagoinhas.

A maratona de Pojuca, neste domingo (20), que faz parte do Campeonato Baiano XCM de Mountain Bike, foi marcada por muita lama e superação dos competidores. O ciclista Lázaro Macedo, Soldado do 6º Batalhão de Polícia Militar, conquistou o 1º lugar na sua categoria e o 4º na geral.

“Sou grato a Deus por tudo em minha vida. Quero agradecer à minha noiva Lara Maria, à minha família, amigos e colegas que torcem por mim, à Polícia Militar da Bahia, ao Tenente Coronel PM Anselmo Bispo, comandante do 6º BPM, Capitã PM Érica Patrícia, do Comando Geral da PM, o Tenente PM Cardeal e a todos meus superiores por todo apoio e incentivo. Agradeço especialmente aos meus patrocinadores: Drª Jêrda Lane (cirurgiã dentista), Paulinho Veículos e Bonfim Pneus”, disse Lázaro.

Lázaro segue na liderança do Campeonato Baiano de XCM e, no dia 03 de agosto, haverá outra competição, em Alagoinhas.

O Tribunal de Justiça Eleitoral (TSE) lançou o aplicativo “Candidaturas”, que permite a visualização dos candidatos que concorrem às eleições de 2014, por cargo e unidade. O programa é gratuito e está disponível para as plataformas Android e iOS.

Os eleitores que baixarem o aplicativo vão poder acessar as seguintes informações: nome completo do candidato, nome escolhido para urna, número, situação do registro de candidatura, cargo, partido, coligação e o link para o site do mesmo. Estes dados são obtidos diretamente das do TSE, com atualização diária.

Para quem não possui as plataformas necessárias, ou não deseja baixar o aplicativo, os dados dos candidatos também estão disponíveis no site do TSE. (A Tarde)

Clique aqui para baixar o aplicativo no iOS

Clique aqui para baixar o aplicativo no Android

 

spirulina

Spirulina: bactéria comercializada em cápsulas promoveria a saciedade 

De tempos em tempos, as prateleiras de lojas naturais e farmácias são inundadas por novos produtos com fama de emagrecedores. Alimentos e suplementos ganham popularidade, mas logo caem no ostracismo pela falta de comprovação científica e de resultados que comprovem sua eficácia. Alguns modismos recentes foram o óleo de coco, a quitosana e a spirulina. A bola da vez é o goji berry — e logo virá outra. “As pessoas buscam uma maneira fácil e rápida de emagrecer. Mas nenhum alimento faz milagre”, diz o endocrinologista Bruno Halpern, coordenador do Centro de Controle de Peso do Hospital 9 de Julho, em São Paulo.

O organismo humano precisa de proteína, carboidrato e gordura para desempenhar suas funções metabólicas básicas. “Deixar de ingerir esses nutrientes essenciais e basear a dieta em um alimento supostamente milagroso é uma ameaça à saúde”, afirma o nutrólogo Andrea Bottoni, coordenador da equipe de nutrologia do Hospital e Maternidade São Luiz Anália Franco. Além disso, depositar muita confiança em um único produto causa um prejuízo psicológico ao paciente. Se a pessoa não emagrecer, pode perder a motivação para encarar um regime que faça efeito de verdade.

É claro que cortar drasticamente a ingestão de calorias e eleger um alimento como base da alimentação, qualquer que seja ele, levará ao emagrecimento. Perder peso demais em pouco tempo, porém, não é um processo considerado saudável. O organismo se acostuma a funcionar com pouca energia e entra em um estado parecido com a anorexia, em que tende a armazenar gordura. “A consequência é o efeito sanfona. Depois de emagrecer, a pessoa volta a engordar rapidamente”, diz Claudia Cozer, endocrinologista e coordenadora do Núcleo de Obesidade e Transtornos Alimentares do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

De acordo com Andrea Bottoni, alguns produtos com fama de emagrecedores podem até fazer bem à saúde, a exemplo da linhaça, que é rica em fibras e melhora o funcionamento do intestino. “Mas eles devem ser encarados como coadjuvantes da dieta, jamais como protagonistas.”

O que funciona – A fórmula eficaz para emagrecer inclui praticar atividade física regularmente, dormir oito horas por dia e seguir uma dieta equilibrada. Além disso, fracionar as refeições em cinco ou seis por dia, comer pequenas quantidades e evitar produtos industrializados são passos mais importantes do que consumir os alimentos com fama de milagrosos.

Leia na íntegra/Conheça os alimetos

Foto: Divulgação

O empresário Christiano Rangel foi condenado a quatro anos e cinco meses de prisão por crime de lesão corporal grave e ameaça, agravado pela Lei Maria da Penha. A decisão foi tomada por causa das agressões que a ex-namorada do empresário, Aida de Mendonça, sofreu em janeiro do ano passado.

Christiano teve a prisão preventiva decretada há um ano, mas está foragido. Ele não tinha mais um relacionamento com Aida desde dezembro de 2012, mas em janeiro do ano passado a encontrou em um bar, no bairro do Rio Vermelho, e a levou para seu apartamento “contra a vontade dela”, segundo a juíza 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Tribunal de Justiça da Bahia, Márcia Nunes Lisboa.

última notícia que se teve do empresário foi por uma foto no Instagram, em que ele aparece ao lado de amigos, no restaurante Cipriani, em Miami. A fotografia foi postada, em dezembro de 2013, pelo arquiteto paulista Roberto Migotto, e retirada pouco tempo depois. (Correio da Bahia)

(Foto: Divulgação)

O ex-cantor do Polegar Rafael Ilha foi preso nesta segunda-feira (21) na Receita Federal de Foz do Iguaçu, no Paraná, ao tentar atravessar a fronteira com uma arma de choque. Ele voltava do Paraguai com a mulher quando foi parado, segundo o G1.

Rafael a e mulher tentaram passar pela fiscalização em dois moto-táxi. A moto que Rafael estava foi parada e a mulher, que vinha atrás, tentou dar meia-volta e seguir novamente para o Paraguai, mas foi impedida.

O casal foi revistado e agentes da Receita encontraram uma espingarda de 12 milímetros e munição enrolados em um cobertor que estava com a mulher de Rafael – a arma estava desmontada. Com Rafael, estava uma arma de choque.

Eles podem pegar de quatro a oito anos de prisão por tráfico internacional de armas.

Rafael vem se envolvendo em diversas confusões nos últimos anos. Já foi detido tentando assaltar pessoas, por dirigir na contramão, por porte de cocaína, porte ilegal de arma, tentativa de sequestro, formação de quadrilha e usurpação de função pública, entre outras coisas ( Correio da Bahia)

6º BPM realiza prisão por tentativa de homicídio

Policiais da CETO do 6º Batalhão de Polícia Militarprenderam Valmir Ferreira de Araújo, 25 anos, por tentativa de homicídio, na Rua Fernandes da Cunha, Centro de Senhor do Bonfim, neste sábado, às 19h20.

O acusado desferiu golpes de facão contra um homem de 52 anos, atingindo a cabeça e a mão da vítima, que foi socorrida pelo SAMU ao hospital.

Valmir Ferreira foi apresentado na delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante.

6º BPM realiza prisão por roubo

Policiais da CETO do 6º Batalhão de Polícia Militar prenderam Gabriel Borges da Silva, 24 anos, por roubo, na Rua Castro Alves, no Distrito de Igara, zona rural de Senhor do Bonfim, nesta sexta feira (18), às 9h40.

O acusado havia roubado um botijão de gás e uma faca peixeira da própria mãe.

Gabriel Borges foi apresentado na delegacia de Polícia Civil, juntamente com a vítima, onde foi lavrado flagrante. 

6º BPM realiza prisão por danos materiais e furto

Policiais da 1ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar prenderam Wilson Vieira Martins, 28 anos, por danos materiais e furto, na Rua da Tiririca, Bairro Alto da Maravilha, em Senhor do Bonfim, nesta sexta feira (18), às 10h20

O acusado arrombou a fechadura e adentrou a residência de uma mulher de 29 anos. Segundo a vítima, uma corrente de prata, uma camisa e um carregador de celular foram furtados.

Wilson Vieira foi apresentado na delegacia de Polícia Civil, juntamente com a vítima, onde foi lavrado flagrante.

6º BPM realiza condução à delegacia após furto a construção

Policiais da 1ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar apresentaram na delegacia de Polícia Civil Jonata Carneiro Duarte, 23 anos, por furtar um carrinho de mão de uma casa em construção, na Rua Barbosa Leal, Centro de Senhor do Bonfim, neste sábado (19), às 6 horas.

Policiais do 6º BPM apreendem motocicleta irregular

Na Rua São João, Distrito de Igara, zona rural de Senhor do Bonfim, neste sábado (19), às 10h15, policiais da 1ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar apreenderam uma motocicleta XL 125, conduzida por Leandro Vieira da Silva, de 19 anos, que se encontrava sem a carteira nacional de habilitação e sem documentos do veículo, o qual não possuía retrovisores, descarga, placa, nem o número do chassi.

6º BPM apreende adolescente praticando direção perigosa

Policiais da CETO do 6º Batalhão de Polícia Militar apreenderam um adolescente de 16 anos, que conduzia uma motocicleta Shineray, de cor preta, no Beco do Bazar, Centro de Senhor do Bonfim, neste domingo (20), às 16h30.

O rapaz avançou o sinal vermelho e, quando os policiais deram ordem de parada, desobedeceu, fugiu em alta velocidade, avançando mais três semáforos, vindo a chocar-se em um sinalizador, quando foi alcançado.

O adolescente foi apresentado na delegacia de Polícia Civil.

 

Depois de grande sucesso em São Paulo, o espetáculo “Azul Resplendor” com a atriz global EVA WILMA, os atores também globais, Genézio de Barros, Guilherme Weber e grande elenco, tem estreia programada para Juazeiro, dias 20 e 21 de agosto (quarta e quinta) às 20h, no Centro de Cultura João Gilberto. I M P E R D Í V E L!

Espetáculo “Meu Malvado Favorito”, o grande sucesso do cinema, chega a BONFIM, dia 08/10 (sexta) às 20h, no Centro Cultural Ceciliano de Carvalho e JUAZEIRO, dias 09 e 10 de agosto às 17h, no Centro de Cultura João Gilberto. Imperdível!

+Info: (74) 9198.2750 / (74) 8838.1528 ou através do e-mail: cerejaproducoes@hotmail.com

O Conselho de Segurança (CS) da ONU pediu neste domingo (20) “a imediata cessação de hostilidades” na Faixa de Gaza e expressou sua “séria preocupação” com a escalada da violência na região.

Assim disse o presidente rotativo do CS, o ruandês Eugene Gasana, em uma declaração que leu aos jornalistas após uma reunião de duas horas para analisar a situação nessa região do Oriente Médio. Ele disse que a declaração tinha sido escrita pelos representantes do Conselho depois das consultas realizadas em reunião a portas fechadas na sede da ONU.

Os intensos confrontos já deixaram mais de 500 palestinos e 20 israelenses – 18 deles soldados – mortos desde 8 de julho.

Na manhã desta segunda, ao menos nove palestinos de uma mesma família, entre eles quatro crianças, perderam a vida em um ataque aéreo israelense contra sua casa em Rafah (sul da Faixa).

Além disso, esse órgão da ONU faz um apelo para “o respeito das leis humanitárias internacionais, incluindo a proteção dos civis”, insistindo na necessidade de conseguir tréguas entre as duas partes por razões humanitárias.

Também expressam sua “séria preocupação” com o crescente número de vítimas e diz que o pedido para um cessar-fogo deve se basear nos convênios assinados em novembro de 2012 que permitiram a cessação de hostilidades em Gaza.

O CS, segundo a declaração que leu Gasana, agradece os esforços do Egito para que o movimento palestino Hamas e Israel alcancem um cessar-fogo, trabalho na qual está sendo apoiado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Ban está de viagem pelo Oriente Médio a fim de impulsionar com líderes regionais um cessar-fogo, depois que neste domingo se viveu em Gaza o dia mais violento dos últimos dias, com mais de 100 palestinos e 13 soldados israelenses mortos. 

Ban, que esteve no Catar este domingo, voltou a condenar a violência da ofensiva israelense contra Gaza, e fez apelos para um cessar-fogo.

Na capital do Catar, Doha, Ban se reuniu com líderes palestinos e com autoridades catarianas. Depois desta etapa foi para o Kuwait para depois continuar com sua viagem ao Cairo, Jerusalém, Ramala e Amã. (G1)

ELEIÇÕES 2014: QUAL DELES REPRESENTA VOCÊ?

O dia 5 de outubro de 2014 começou cedo. Começou em junho de 2013, quando os brasileiros, antes de ir à urna, resolveram passar primeiro na rua. Num fenômeno tão surpreendente e súbito quanto tectônico, mais de 1 milhão de brasileiros, distribuídos por 388 cidades, redescobriu, após décadas de letargia, que política não se faz apenas no dia da eleição. Não se faz apenas sozinho, com o voto. Faz-se também com os outros, usando a voz, o corpo e as emoções compartilhadas na multidão. As demandas eram variadas, e os gritos difusos. Mas a mensagem, uma só: isto que aí está – a política tradicional – não nos representa. Eram protestos contra tudo e contra todos, resultado de insatisfação, raiva, angústia, sentimentos acumulados em anos e anos. Aqueles dias de junho desnudaram uma crise até então silenciosa. Havia uma ruptura entre eleitores e eleitos, na essência da democracia. O dia que começou em junho definirá as eleições que acabam em outubro, sob o signo da mudança que o Brasil pede. Os três principais candidatos à Presidência tentarão se apresentar como o novo, em contraponto ao velho, aos vícios da política que o brasileiro tão bem conhece.

Esse desejo de mudança aparece em todas as pesquisas. Há um mês, 74% dos entrevistados pelo Datafolha disseram querer mudanças nos rumos do país. Em agosto de 2013, o Ibope detectou que a confiança dos brasileiros nas instituições caíra 7 pontos em relação a 2012. A pior queda foi na confiança na presidente da República, de 63 para 42 pontos, numa escala de 0 a 100. O governo federal também registrou queda expressiva, de 53 para 41. As instituições que registram o pior índice são os partidos políticos (de 29 para 25 pontos) e o Congresso (de 36 para 29 pontos). Um histórico dos últimos 25 anos, levantado pelo Datafolha, mostra que a soma entre os eleitores que pretendem votar em branco, nulo ou estão indecisos nunca foi tão alta a essa altura da disputa presidencial. Na eleição de 2002, em maio, não atingia 10%. Em maio deste ano, bateu os 24% e, na pesquisa divulgada na última quinta-feira, acumulou 27%. O número médio de indecisos desde 1989 era de 9% nas pesquisas.

Nesta semana, chegou a 14%. A mesma pesquisa mostrou que as eleições de 2014 serão bem mais disputadas do que se imaginava. Há um ano, Dilma Rousseff parecia caminhar para uma vitória tranquila, talvez até no primeiro turno. Agora, a série histórica  mostra que um segundo turno é mais provável (leia os quadros na página 32). Num segundo turno, a briga pode ser duríssima. Na pesquisa do Datafolha divulgada na última quinta-feira, Dilma Rousseff aparece em situação de empate técnico com Aécio Neves numa das simulações de segundo turno. Em outra simulação, envolvendo Dilma e Eduardo Campos, a diferença é de 7 pontos percentuais – nunca foi tão pequena desde que começaram as pesquisas. Espera-se uma campanha cheia de emoções, lances dramáticos e eventuais golpes sujos. Com um complicador. Antes de 5 de outubro de 2014, houve junho de 2013. E cada candidato terá de provar que, mais que os outros, entendeu o sentimento das ruas. (Época/Edição 842)

FICHA LIMPA – Justiça analisará ao menos 360 candidaturas com pedidos de impugnação 

Criada em 2010 para promover uma depuração ética na lista de políticos que pleiteiam disputar cargos eletivos, a Lei da Ficha Limpa enfrentará seu mais duro teste em outubro e poderá banir das urnas políticos que, a partir de seus currais eleitorais, se perpetuavam impunes na administração pública. Pela primeira vez, a lei será aplicada a deputados, senadores, governadores e candidatos à Presidência da República.

Ainda que a lei esteja plenamente em vigor, o Ministério Público Eleitoral, responsável por contestar pelo menos 360 candidaturas – número que vai aumentar nas próximas semanas – com base na nova legislação de inelegibilidades até agora, prevê que políticos e advogados devem utilizar as mais diversas artimanhas para explorar brechas na Lei da Ficha Limpa e se apresentar normalmente como opção ao eleitor. Desde o início do mês, procuradores se lançaram em uma verdadeira cruzada contra políticos enrolados na Justiça, mas manobras e lacunas na lei acabam permitindo que corruptos sigam adiante nas urnas.

A exigência de ficha limpa nas eleições não é criação brasileira. Estados Unidos, Espanha, África do Sul, Uruguai, Luxemburgo, Austrália, França e Bélgica também têm legislações que impedem, em diferentes situações, a candidatura de condenados, mas nenhuma delas é tão abrangente quanto a versão sancionada no Brasil em junho de 2010. Entre os australianos, por exemplo, são inelegíveis para os cargos de senador e deputado federal pessoas penalizadas a mais de um ano de prisão, independentemente do crime cometido. Na Espanha, são barrados os condenados por terrorismo e crimes contra as instituições do Estado, mesmo que ainda recorram da sentença.

No Brasil, mesmo tendo sido apontada como marco moralizador na seara política, a Lei da Ficha Limpa não consegue retirar da vida pública boa parte dos candidatos enrolados com a justiça. Até a última sexta-feira, o banco de dados do MP registrava 605.081 informações sobre possíveis casos de inelegibilidade, que vão desde contas rejeitadas em municípios até condenações por tráfico de drogas e assassinato. Descontados os dados em duplicidade e as informações de pessoas que acabaram não se candidatando, é a partir dessa cifra que procuradores eleitorais partem para elaborar os pedidos de impugnação. Em todo o país, 1.850 candidaturas estão sendo contestadas por ações apresentadas pelo próprio MP ou por partidos e políticos.

Leia na íntegra/Tire dúvidas

Confissão da assistente social Edelvania Wirganovicz 

Um vídeo gravado pela Polícia Civil mostra o depoimento de confissão da assistente social Edelvania Wirganovicz na participação do assassinato do menino Bernardo Boldrini, de 11 anos, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul, em abril deste ano (veja no vídeo acima). Ela é amiga da madastra de Bernardo, Graciele Ugulini, apontada como mandante e executora do crime. Durante o interrogatório, que ocorreu na Delegacia de Três Passos, a mulher conta os detalhes que fundamentam parte das provas usadas pelo Ministério Público Estadual (MP) na denúncia do crime.

O corpo de Bernardo Boldrini foi localizado no dia 14 de abril enterrado em um matagal na área rural de Frederico Westphalen, a cerca de 80 km de Três Passos, onde ele residia com a família. O menino estava desaparecido desde 4 de abril. Além do pai, Leandro Boldrini, a madrasta, a amiga dela, e o irmão da amiga, Evandro Wirganovicz, também são réus pelo assassinato do menino .

O depoimento foi registrado no mesmo dia em que o corpo da criança foi encontrado. Na gravação, a ré diz que a madrasta do menino, Graciele Ugulini, “deixou entender” que também matou por interesse financeiro e que o pai, Leandro Boldrini, não saberia do plano, mas, segundo ela, “daria graças no futuro”, pela consumação do homicídio.

A confissão de Edelvania foi considerada essencial pela polícia para que os quatro primeiros suspeitos fossem presos, ainda durante o período das investigações. Durante mais de uma hora, ela conta ter sido convidada pela madrasta para atuar no crime em troca do pagamento da dívida do seu apartamento, localizado em Frederico Westphalen, estimado em R$ 90 mil.

G1 entrou em contato com os advogados de Edelvania e Graciele, que não quiseram comentar a gravação. Nos próximos dias, a Justiça deve analisar se o pai de Bernardo pode responder ao processo em liberdade. O advogado de defesa dele, Jader Marques, nega a possibilidade de ele ser o mentor intelectual do crime, fato negado por Edelvania em seu depoimento.

“A acusação de que ele seja o mentor intelectual não encontra amparo nem na versão dada por Edelvania, completa, que elucidou todo o fato. Não encontra amparo na versão dada pela Graciele. Não há nada no inquérito policial que confirme essa possibilidade”, afirmou Marques.

Leia na íntegra/Entenda o caso/Assista vídeo

« Artigos Anteriores  Próxima Página »

Últimos Posts

    Últimos Comentários

      Mais Comentados