Salvador pode receber, em breve, uma das maiores bandas de rock do planeta. De acordo com o Blog do Marrom, os produtores da turnê brasileira dos Rolling Stones estão conversando com a Arena Fonte Nova para um show da banda em Salvador.

As negociações estão em processo e, se tudo der certo, a banda inglesa, liderada por Mick Jagger, deve desembarcar na capital, durante sua passagem pelo Brasil.

A banda de 52 anos é dona de hits que estão na memória de milhares de pessoas no mundo inteiro. Abaixo, assista ao vídeo de ‘Simpathy For The Devil’, uma das canções mais famosas da banda. Ainda segundo o colunista, Paul McCartney também conversou com a Arena, mas o processo não teria ido adiante.

Leia na íntegra/Assista vídeo

Ao lado da filha, Aécio Neves (PSDB) concedeu entrevista coletiva e minimizou avanço de Dilma

Políticos do PSDB não escondem a torcida pela abstenção na eleição no próximo domingo, principalmente no Norte e Nordeste do País. O não comparecimento de eleitores às urnas costuma ser maior nessas regiões, nas quais a candidata do PT, a presidenta Dilma Rousseff, leva grande vantagem sobre o candidato do PSDB, Aécio Neves.

Nas eleições presidenciais de 2010, o índice de não comparecimento no segundo turno foi de 21% na região Sudeste. No Nordeste foi de 23% e no Norte, repetiu-se o mesmo índice. A maior abstenção foi registrada no Pará: 26,79%. Nessas regiões, eleitores de áreas rurais têm dificuldades para chegar aos locais de votação. A direção do PT não esconde essa preocupação.

Confira na íntegra

AS ELEIÇÕES COMPRADAS

As eleições compradas

Por João Bosco Leal

Atualmente, o maior problema do Brasil é a corrupção. Não que ela não existisse, mas nos governos do PT ela se institucionalizou. Diariamente assistimos a divulgação de uma avalanche de denúncias de roubalheiras, superfaturamentos e verdadeiros assaltos aos cofres públicos, promovidos pela quadrilha que hoje governa o país, que instalou“companheiros” em todas as maiores empresas estatais.

No governo anterior, do mesmo PT, ocorreu a filmagem de uma entrega de dinheiro da corrupção nos Correios e, puxado o fio da meada, deu no chamado Mensalão do PT, provado, comprovado, com alguns de seus participantes julgados e condenados, mas, como de costume, de existência até hoje negada pelos líderes maiores do que hoje bem mais se parece com uma enorme quadrilha, do que com um partido político. Que inicialmente se dizia protetor da classe operária.

Gente que participou do PT desde sua fundação, agora foi condenada e presa, mas mesmo assim foram tidos como heróis pela grande maioria dos outros membros do partido que, além de não expulsá-los de seus quadros, ainda arrecadaram dinheiro para pagar as quantias a que foram condenados a indenizar o Estado.

O país sofre em todas as frentes, como na falta de estrutura rodoviária, ferroviária e fluvial para o escoamento da produção, na falta de escolas e professores, de hospitais e pronto-socorros, além de tantas outras carências sistematicamente reclamadas e divulgadas por todo o país.

Entretanto, ao invés de corrigirmos as nossas deficiências, os governos do PT preferem construir refinarias de petróleo superfaturadas por solicitação do “companheiro” Hugo Chávez, portos, aeroportos e hotéis em Cuba, a pedido dos “companheiros” Castro, entregar as refinarias de petróleo da Petrobrás na Bolívia para o “companheiro” Evo Morales e assim por diante.

Tudo isso por um projeto de poder traçado por todos eles em 1990, no Foro de São Paulo, que pretende socializar toda a América Latina. O mesmo projeto, claro, pretende perpetualizar no poder os seus líderes, como já fazem os irmãos Castro em Cuba , Evo Morales, que acaba de ser reeleito na Bolívia pela terceira vez consecutiva, pretendia fazer Hugo Chávez na Venezuela, e é o sonho de Lula e do PT.

No Brasil, para se atingir essa perpetualização os governos do PT estão está criando, entre os mais necessitados, gerações de viciados em esmolas do Estado, como o programa “Bolsa Família”, sem dar-lhes o menor estímulo de evoluir em direção ao mercado de trabalho.

Há mais de cinquenta anos Luiz Gonzaga, o grande cantor e compositor, afirmou: ”Seu doutô, o nordestino tem muita gratidão pela ajuda dos sulistas nessa sêca do sertão, mas doutô, uma esmola a um homem são ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão”.

Ronald Reagan disse: “Devemos medir o sucesso dos programas sociais pelo número de pessoas que deixa de recebê-lo e não pelo número de pessoas que neles são adicionadas”; e também: “O melhor programa social é um emprego”.

Para o PT, pelo contrário, o mais importante é aumentar cada vez mais os dependentes do Estado, pois isso facilita sua permanência no poder. Se não contasse com os beneficiários do Bolsa Família, das ONG’S e dos Movimentos Sociais, Dilma já teria perdido as eleições no primeiro turno.

A população precisa entender que votar em troca de algo é vender, além de seu voto, sua dignidade, seus sonhos, projetos e perspectivas de futuro.

(Por João Bosco Leal é jornalista e empresário)

EM VÍDEO, NEYMAR DECLARA APOIO A AÉCIO NEVES

Neymar grava vídeo de apoio à candidatura de Aécio

Neymar grava vídeo de apoio à candidatura de Aécio 

Depois de Neymar ter uma imagem manipulada em que aparecia segurando uma placa declarando apoio a Dilma Roussef – quando na verdade Neymar apenas escrevera uma mensgaem de aniversário para o filho –, o atacante capitão da seleção brasileira e artilheiro do Barcelona divulgou um vídeo na noite desta quinta-feira em que declara apoio ao candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves. O apoio de Neymar é mais um conquistado por Aécio no mundo do futebol. Além do craque do Barça, Romário, Bebeto e Ronaldo, entre outros, divulgaram apoio ao tucano.

Leia na íntegra/Assista vídeo

A Confederação Israelita do Brasil, representante da comunidade judaica brasileira, distribuiu nota nesta quinta-feira (23/10) repudiando declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que comparou ações do candidato presidencial Aécio Neves e seu partido, o PSDB, a “agressões nazistas”.

O que diz a Confederação:

“A Conib, com trajetória de inquebrantável compromisso com a democracia e o debate intenso de ideias, rejeita a banalização de um episódio trágico para a Humanidade, como o nazismo, responsável pelo Holocausto, com a morte de 6 milhões de judeus, e o assassinato de dezenas de milhões de outros inocentes, como ciganos, negros, homossexuais, comunistas, entre outros.

Entendemos o calor da campanha eleitoral e a intensidade da disputa, mas conclamamos à manutenção de padrões que sirvam à causa da democracia, e não ao aprofundamento de divisões em nossa sociedade. Defendemos enfaticamente o direito à crítica, inata ao processo democrático, mas temos a convicção de que comparar adversários de um embate eminentemente político e ideológico a nazistas distorce a História e corrói nossa democracia.

Desejamos ainda reiterar que não nos manifestamos em nome desta ou daquela candidatura ou partido político. A Conib é apartidária, porque representa a comunidade judaica brasileira, onde há militantes e simpatizantes das mais diversas correntes políticas. Manifestamo-nos, sim, em respeito à memória das vítimas do nazismo.” (Tribuna da Bahia)

O candidato do PSDB, Aécio Neves, e a filha Gabriela, em entrevista à imprensa no Rio (Foto: Henrique Coelho/G1)

O candidato do PSDB, Aécio Neves, e a filha Gabriela, em entrevista à imprensa no Rio (Foto: Henrique Coelho/G1)

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou que as pesquisas divulgadas nesta quinta-feira (23), que mostram a candidata do PT, Dilma Rousseff, à frente nas intenções de voto, servem de estímulo para ele e para sua campanha.

É um estímulo aos nossos companheiros e para mim. Os números do primeiro turno comprovam que nem sempre as pesquisas refletem a realidade, e o sentimento de mudança é avassalador”
Aécio Neves

“É um estímulo aos nossos companheiros e para mim. Os números do primeiro turno comprovam que nem sempre as pesquisas refletem a realidade, e o sentimento de mudança é avassalador. Será apertado, mas temos certeza que vamos ganhar a eleição”, afirmou Aécio, em entrevista à imprensa no Rio de Janeiro.

“Nossa candidatura teve um crescimento muito grande no primeiro turno, e continuou a crescer. Alguns já davam o resultado como tranquilo, mas eu estou confiante”, disse depois.

levantamento do Datafolha, realizado na quarta (22) e nesta quinta (23), mostrou Dilma com 53% e Aécio com 47% dos votos válidos. Já o levantamento do Ibope, realizado de  segunda (20) a quarta (22), mostrou Dilma com 54% e Aécio com 46% dos votos válidos. Ambas as pesquisas têm margem de erro de dois pontos percentuais.

O tucano ainda criticou Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, principalmente por causa dos ataques que diz ter sofrido na reta final.

“Dilma sai derrotada desta campanha, independente do que acontecer nesta eleição, que ficará na história como a campanha de mais baixo nível desde a redemocratização do Brasil, a mais sórdida e a mais mentirosa”, disse. Ele disse que Lula é um dos protagonistas dos ataques contra ele. “Ele com certeza sai como uma figura menor”, afirmou.

O candidato fez ainda promessas para o combate às drogas, políticas públicas para mulheres e educação. “Vamos ampliar o horário de atendimento de creches e pré-escolas até as 20h, nos adaptando ao horário das mães modernas. Além disso, vamos regionalizar os currículos escolares e capacitar mais os professores”, explicou Aécio.

Na questão do combate às drogas, o candidato criticou o que ele chama  de “vista grossa” a países produtores de drogas, citando explicitamente a Bolívia. “Vamos investir ainda na Polícia Federal, fortalecer as Forças Armadas e combater bastante os traficantes. É necessária ainda uma mudança no código penal para que não permaneça o sentimento de impunidade”, afirmou. (G1)

 

Por Ricardo Noblat

Publicado no Globo desta quinta-feira (23)

Êpa! Tem jeito de elefante, presa de elefante, tromba de elefante, mas o governo não admite que seja um elefante.  O que será então?

Muita coisa se passou na Petrobras desde que se montou ali um esquema bilionário de desvio de recursos para enriquecer políticos que apoiam o governo e financiar campanhas – a de Dilma, inclusive.

O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu uma auditoria para investigar o pagamento extra de mais de R$ 1 bilhão feito pela Petrobras ao governo boliviano. Tem a ver com a importação do gás boliviano pelo Brasil. (Veja/Augusto Nunes)

» Clique para continuar lendo

 

 

‘O NAZISMO NA BOCA DE LULA’

Publicado no Estadão desta quinta-feira (23)

A frequência com que as palavras “nazismo” e “nazista” são usadas para insultar tende a ser tanto maior quanto menor o conhecimento dos que as empregam do que foi efetivamente o mais hediondo regime que o Ocidente experimentou ao longo de sua história e do que fizeram os seus seguidores. Se mesmo na Europa as novas gerações parecem saber cada vez menos da barbárie que a devastou há 70 anos, não surpreende que em outras paragens os termos que a revestem tenham se tornado ao mesmo tempo corriqueiros e caricaturais – e, nessa medida, uma ofensa permanente à memória de suas vítimas. Um exemplo de livro de texto dessa banalização do mal acaba de ser dado pelo ex-presidente Lula, no lugar onde mais ele fica à vontade para usufruir da sua inesgotável propensão à baixeza: um palanque eleitoral.

» Clique para continuar lendo

 

PT DESVIOU DA SAÚDE R$ 242,4 BILHÕES

Por Reinaldo Azevedo

Cento e trinta e um bilhões de reais! É quanto os três governos petistas deixaram de gastar na saúde. É a soma das verbas previstas no Orçamento que deixaram de ser usadas, que foram, como se diz em burocratês, “contingenciadas”. Alguém dirá: “Ah, mas com Orçamento é assim mesmo; nunca se usa tudo…”. Olhem aqui: cortar dinheiro justamente da Saúde, sabidamente a área mais precária do país, é um crime contra os pobres. De fato, o PT tirou dos doentes bem mais.

Entre 2003 e 2007 — em cinco dos 12 anos de governo —, o PT contou com a CPMF, o imposto do cheque, lembram-se? Eu gosto de fazer contas: nos cinco anos em que contou com a contribuição, que era imposto, o governo Lula arrecadou R$ 186,4 bilhões. Sabem quanto efetivamente foi empregado, até então, na Saúde? R$ 75 bilhões. Vale dizer: o companheiro usou R$ 111,4 bilhões para outras despesas.

Assim, se a gente somar o dinheiro da CPMF que não foi para a saúde, que foi desviado para outras áreas, com os cortes feitos no Orçamento, o PT deixou de gastar na saúde R$ 242,4 bilhões. Isso explica a situação miserável em que está o setor; isso explica por que Dilma teve de recorrer à pantomima dos médicos cubanos, os apalpadores de pobres, para fingir que está fazendo alguma coisa.

Quando Lula acusa a oposição de ter derrubado a CPMF e de ter tirado bilhões da saúde, está mentindo. Quem desviou dinheiro da saúde foi o PT; quem tomou R$ 111,4 bilhões da COM que eram da Saúde foi o PT; quem cortou R$ 131 bilhões da Saúde foi o PT.

Na Saúde, o PT nunca foi o remédio; sempre foi a doença. (Veja)

 

 

AÉCIO: BAIXARIA JÁ FAZ DILMA DERROTADA

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, concede entrevista coletiva em Belo Horizonte

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, concede entrevista coletiva em Belo Horizonte

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, reagiu nesta quinta-feira com confiança à divulgação de pesquisa Datafolha em que aparece com 47% dos votos válidos, seis atrás da presidente-candidata Dilma Rousseff (PT). É o primeiro levantamento em que a petista aparece com vantagem acima da margem de erro. Para o tucano, porém, a presidente “já é uma derrotada pela campanha que se permitiu fazer”. 

“As pesquisas servirão de entusiasmo para os companheiros que achavam que a coisa caminhava com naturalidade. A candidata oficial já é uma derrotada independentemente do resultado eleitoral, pela campanha que se permitiu fazer”, afirmou Aécio em entrevista no comitê de campanha do Rio de Janeiro.

Ao abordar os últimos episódios de baixaria contra a candidatura do PSDB, como as mensagens telefônicas enviadas para aterrorizar beneficiários do Bolsa Família e panfletos apócrifos com acusações injuriosas, Aécio ressaltou que é alvo de uma “campanha sórdida e criminosa” promovida pelo PT. “A responsabilidade vai vencer as informações caluniosas e criminosas que vem sendo disseminadas. Quem age de forma tão sórdida não está preparado para a democracia e teme o resultado das eleições. O Brasil não merece ter uma disputa desse nível”, afirmou.

Aécio lamentou a atuação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que passou a promover atos de campanha para proferir as mais baixas apelações contra o candidato tucano. O presidenciável do PSDB avalia que o ex-presidente termina a campanha “como uma figura menor da política brasileira”.

Leia na íntegra

Ibovespa terminou em queda de 3,24%, a 50.713.26 pontos, o menor patamar desde abril

Ibovespa terminou em queda de 3,24%, a 50.713.26 pontos, o menor patamar desde abril (Reinaldo Canato/VEJA)

O Ibovespa, principal índice da BM&FBovespa, fechou em forte queda nesta quinta-feira, abaixo dos 51 mil pontos pela primeira vez desde abril, em meio a especulações, posteriormente confirmadas, de que pesquisas previstas para o dia mostrariam aumento da vantagem da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre o candidato do PSDB, Aécio Neves, na corrida presidencial, a três dias do pleito.

No fim da sessão, a bolsa brasileira terminou em queda de 3,24%, a 50.713,26 pontos, o menor patamar desde abril, fazendo o desempenho no ano ficar negativo em 1,50% Até a véspera, o resultado acumulado em 2014 estava positivo em 1,75%. Entre os destaques de queda, mais uma vez, estão as ações ordinárias da Petrobras (ON, com direito a voto), que recuou 6,23%, e preferenciais (PN, sem direito a voto), com queda de 7,22%. Além disso, tiveram retração os papéis do Banco do Brasil (- 9,11%), Bradesco (- 6,02%), Itaú ON (- 4,04%) e outras empresas do setor financeiro.

Logo após o fechamento, levantamentos Datafolha e Ibope confirmaram os rumores do mercado. O Datafolha mostrou Dilma com uma vantagem inédita, de 53% dos votos válidos contra 47% do tucano. Na rodada anterior, a situação era de empate técnico: Dilma tinha 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, com margem de erro de dois pontos percentuais. Já oIbope apontou Dilma com 54% dos votos válidos, contra 46% de Aécio. No levantamento anterior do instituto, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.

Os rumores na reta final da corrida eleitoral impulsionaram o dólar para o maior patamar em nove anos. Agentes do mercado anteciparam o cenário em que presidente Dilma apareceria à frente de Aécio Neves, fora da margem de erro. A moeda norte-americana subiu 1,35%, cotada a 2,5137 reais na venda, maior nível de fechamento desde 29 de abril de 2005, quando ficou em 2,528 reais. Segundo dados da BM&FBovespa, o giro financeiro ficou em torno de 1,8 bilhão de dólares.

“O mercado não sabe para onde atirar agora nesses últimos dias antes das eleições”, disse o operador de câmbio da corretora Intercam Glauber Romano. ”Parece que o mercado está alternando entre o modo de ‘especulação’, quando enche, e o modo de ‘prudência’, quando esvazia”, resumiu o operador de câmbio da corretora B&T, Marcos Trabbold. (Veja/Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Leia mais:
-Bovespa cai mais de 2% após pesquisa; dólar chega a bater R$ 2,50
-Em dia de queda nas bolsas mundiais, Bovespa recua mais de 3%
-Bolsa opera em queda de mais de 3% com incerteza eleitoral 

'Marquitos Figueroa' no momento de sua prisão

Marquito Figueroa no momento de sua prisão em Boa Vista (RR) (Divulgação / Polícia Nacional da Colômbia/VEJA)

O traficante mais procurado da Colômbia, Marcos de Jesús Figueroa García, de 47 anos,preso nesta quarta-feira em Boa Vista (RR), é investigado em mais de 100 inquéritos e acusado de participar de pelo menos 250 assassinatos — entre as vítimas, há autoridades colombianas, como políticos, juízes e promotores. Mais conhecido como Marquito Figueroa, por causa da baixa estatura, ele é apontado como o chefe de uma quadrilha de narcotráfico e contrabando de armas, que atua no norte da Colômbia, na fronteira com a Venezuela. Segundo a Polícia Federal, há indícios de que ele tenha ligações com células das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farcs) e com a facção criminosa mexicana Los Zetas.

O traficante foi transferido nesta quinta-feira para São Paulo em um avião da PF. Ele deve permanecer preso na capital paulista até que o governo colombiano formalize um pedido de extradição, que pode ser feito em sessenta dias. Figueroa foi detido em uma operação conjunta entre a Polícia Federal e a Polícia Nacional Colombiana, em um bairro de classe média alta de Boa Vista. A prisão foi anunciada pelo presidente do país, Juan Manuel Santos, como uma “captura de altíssimo valor”. O governo do país havia estipulado uma recompensa de 350 milhões de pesos (625.000 reais) para quem compartilhasse informações sobre o seu paradeiro.

Em agosto deste ano, as autoridades colombianas informaram à PF que o traficante estava morando no Brasil. Segundo o adido policial da Colômbia no Brasil, Narcizo Martinez, dois policiais infiltrados no grupo de Figueroa possibilitaram a descoberta do seu esconderijo. Ligações grampeadas feitas por oito mulheres do traficante confirmaram a sua residência em Boa Vista.

“Há muitos anos procurávamos esse delinquente. Ele tem cinco ordens de captura por diferentes delitos, entre eles narcotráfico, contrabando, formação de quadrilha e homicídios. Acreditamos que tenha cometido mais de 250 homicídios, inclusive de autoridades e políticos ligados a prefeitos”, disse Martinez, em coletiva concedida, nesta quinta-feira, na sede da PF em Brasília. (Veja)

PRIMEIRO CASO DE EBOLA EM NOVA YORK

Foto publicada em setembro em seu perfil do  Facebook mostra o médico Craig Spencer com traje de proteção contra ebola antes de partir para a Guiné (Foto: Reprodução/Facebook/Craig Spencer)

Foto publicada em setembro em seu perfil do Facebook mostra o médico Craig Spencer com traje de proteção contra ebola antes de partir para a Guiné

Craig Spencer, médico da ONG Médicos Sem Fronteiras, que foi internado nesta quinta-feira (23) em um hospital de Nova York teve resultado positivo em um primeiro teste de ebola. Uma análise complementar ainda não teve seu resultado divulgado.

O paciente, de 33 anos, chegou ao centro médico com sintomas da doença e teve o diagnóstico confirmado em um primeiro teste esta noite, informou  prefeito Bill de Blasio. “Os testes realizados confirmaram que o paciente aqui em Nova York tem resultado positivo para ebola”, disse De Blasio.

Anteriormente, o jornal “The New York Times” e a rede CNN anteciparam o caso.

“Queremos deixar claro que não há razão para que os nova-iorquinos se alarmem”, afirmou o prefeito, acrescentando que “a cidade está preparada para essa eventualidade”.

Com febre e náuseas, Spencer foi transportado de sua casa, no Harlem, ao Hospital Bellevue. Fontes do jornal New York Post disseram que o médico esteve na Guiné ajudando a tratar doentes de ebola.

Pessoas que tiveram contato com ele e podem eventualmente ter se contaminado estão sendo localizadas.

A rede NBC disse que Spencer voltou a Nova York há 10 dias e se sentiu mal nesta quinta, quando acionou a emergência. Ele foi levado por uma ambulância escoltada pela polícia.

Leia na íntegra

Foto: Blog Sigi Vilares

Uma carreta ficou destruída após ser incendiada na avenida Salvador, em Luis Eduardo Magalhães, município que fica a 947 quilômetros de Salvador. O veículo, que estava sob os cuidados da Polícia Civil do município, foi incendiado em frente à delegacia na madrugada desta quinta-feira (23). A polícia suspeita que o caso esteja relacionado ao incêndio de outras três carretas no Posto 020, ocorrido no início de setembro. A ação seria motivada por vingança à morte de um casal de idosos dias antes.

As carretas pertencem à família de Altamir José Fagundes, principal suspeito de ter matado os idosos dentro da residência, localizada no Loteamento Conquista. Ele é considerado foragido pela polícia desde que foi instaurado o inquérito. O caminhão incendiado nesta madrugada estava no posto, mas não foi danificado na época.

Todas as carretas incendiadas no posto foram levadas para a delegacia de polícia que por não ter espaço no pátio ficaram estacionadas na avenida em frente à unidade de segurança. Durante a madrugada desta quinta-feira (23) os agentes foram surpreendidos com o fogo. A brigada de incêndio da prefeitura foi acionada para controlar

Na época do primeiro incêndio, uma perícia foi feita em todos os veículos. De acordo com a delegacia, outra guia deverá ser solicitada a fim de constatar os novos danos. Um novo inquérito também será instaurado. Imagens da câmera de segurança do posto em que houve o primeiro incêndio deverão ser solicitadas para a investigação.

Segundo a polícia, Altamir descobriu o relacionamento da ex-mulher, de quem estava separado havia seis meses, e resolveu ir até a casa do namorado dela. Chegando lá, ele disparou vários tiros atingindo José Gonçalves Filho, 66 anos, e Aldenice da Silva Lopes, 59 anos.  ”Ele foi atrás do namorado da ex-mulher, não o encontrou e, na raiva, acabou tirando a vida dos pais do rapaz”, disse o delegado Rivaldo Luz. (Correio da Bahia)

MARIDO MATA DELEGADA POR ESTRANGULAMENTO NO RIO

Delegada Tatiene Damaris foi encontrada morta em casa, na Zona Oste do Rio de Janeiro

Delegada Tatiene Damaris foi encontrada morta em casa, na Zona Oste do Rio de Janeiro (Fábio Guimarães/Agência o Globo)

A delegada da Polícia Civil do Rio de Janeiro Tatiene Damaris foi assassinada no início da tarde desta quinta-feira pelo marido, após um desentendimento na casa onde viviam, no bairro de Realengo, Zona Oeste da cidade. Logo que o corpo foi encontrado por policiais, com marcas de agressão, levantou-se a suspeita de que ela poderia ter sido executada em função do trabalho que chegou a desenvolver no combate às milícias. O marido, identificado como Alessandro Oliveira Furtado, entretanto, foi levado para a sede da Divisão de Homicídios (DH) já como suspeito, pois apresentava arranhões que caracterizavam sinal de luta. À noite, ele confessou o crime e foi autuado por homicídio.

O assassino ainda teria tentado simular uma outra motivação, criando a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), mas as perícias iniciais indicam que a delegada foi morta por asfixia mecânica, por esganadura, com ação contundente no rosto, especificamente no nariz e na boca, provavelmente em virtude de socos desferidos pelo marido.

Tatiene foi encontrada na cozinha da casa, que não apresentava qualquer sinal de arrombamento. Policial desde 2005, quando começou a carreira como papiloscopista, a vítima tornou-se delegada em 2008 e passou por três delegacias da Zona Oeste, onde chegou a fazer investigações contra milícias. Ela era a delegada-assistente em Santa Cruz. (Veja)

Queda do desemprego não passa de um efeito estatístico 

A queda na taxa de desemprego, de 5% para 4,9%, entre agosto e setembro, não significa que o mercado de trabalho brasileiro esteja saudável. Segundo o sócio da Canepa Asset Management, Alexandre Póvoa, a variação não passa de um efeito estatístico, influenciado pelo aumento da inatividade.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta manhã de quinta-feira, o número de inativos subiu 3,7% em relação a setembro de 2013. Cerca de 690.000 pessoas entraram na inatividade neste período. No total, 19,2 milhões de brasileiros, nas seis regiões metropolitanas pesquisadas, compõem a população não economicamente ativa. São inativas as pessoas que não têm trabalho e não tomaram nenhuma providência para encontrá-lo porque não têm interesse em trabalhar. Entram ainda na conta aposentados que deixaram de trabalhar e pessoas incapacitadas.

“A taxa de desemprego está em um ponto de inflexão e deve começar a piorar gradativamente, o que será mais visível em 2016″, comenta Póvoa, da Canepa. Ele aponta que a indústria demitiu 59 mil pessoas em setembro, mostrando uma fragilidade muito grande. O setor de serviços, o grande empregador do país, também começa a fraquejar. Os serviços prestados a empresas, por exemplo, tiveram aumento de apenas 0,2% no contingente de trabalhadores de agosto para setembro. A expectativa do economista é que logo aparecerá o efeito do desemprego nos serviços.

Leia na íntegra

CAPA VEJA SABIA DE TUDO

Aquilo que os petistas tanto temiam desde o começo aconteceu: a operação Lava Jato bateu em Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República, e em Dilma Roussef, Eles sabiam da roubalheira vigente na Petrobras. É o que o doleiro Alberto Youssef assegurou à Polícia Federal e ao Ministério Público no curso do processo de delação premiada. Está na capa da VEJA, que começa a circular daqui a pouco. Eis a imagem. Volto em seguida.

Eu poderia engatar aqui aquela máxima de Carlos Lacerda sobre Getúlio Vargas, só para excitar a imaginação de Lula, trocando a personagem. Ficaria assim: “A Sra. Dilma Rousseff não deve ser eleita. Eleita não deve tomar posse. Empossada, devemos recorrer à revolução para impedi-la de governar.”

Mas aqueles eram tempos em que as pessoas prezavam muito pouco as instituições, a exemplo de certos partidos que estão por aí. Eu não! Eu prezo a lei e a ordem. Eu prezo a Constituição do meu país. Eu prezo os Poderes constituídos.

Confira na íntegra

Thiago Silva está de volta à Seleção Brasileira

Thiago Silva está de volta à Seleção Brasileira

O técnico Dunga divulgou nesta quinta-feira os convocados para os amistosos de novembro da seleção brasileira contra Turquia e Áustria, dias 12 e 19, os últimos da equipe em 2014.

Para não atrapalhar os clubes brasileiros que vivem decisões em novembro, nenhum jogador que atua no País foi chamado. A primeira final da Copa do Brasil será disputada no mesmo dia da partida em Istambul.

Destaque para a volta de Thiago Silva, capitão na Copa de 2014, convocado pela primeira vez por Dunga.

“Temos que pensar na seleção brasileira, que representa muito o futebol brasileiro. Mas cada momento é especial. Mantivemos contato com muitos treinadores e presidentes de clubes, e somos sensíveis das responsabilidades. Chegamos ao momento oportuno de abrirmos mão de alguns jogadores brasileiros e abrirmos oportunidades para jogadores lá de fora. Era um momento oportuno, de cada um ceder”, disse Dunga.

Confira na íntegra

A estudante feirense vai a Harvard apresentar seu projeto para investidores

Premiada em um programa que incentiva projetos inovadores de empreendedorismo social, a jovem baiana Geórgia Gabriela da Silva Sampaio vai participar de uma conferência no campus de Harvard, uma das principais universidades dos Estados Unidos, para expor seu projeto para investidores do mundo inteiro.

Natural de Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador), ela criou um kit que diagnostica de forma mais rápida e barata a endometriose – afecção inflamatória no útero que atinge cerca de seis milhões de mulheres no Brasil e 170 milhões no mundo.

Além da baiana de 19 anos, a estudante Raissa Muller, de Novo Hamburgo (RS), também foi selecionada. Outros três participantes do Sri Lanka, Nepal e Filipinas foram premiados.

Geórgia concorreu com outros 40 trabalhos, 16 do Brasil, sendo o dela o único da Bahia. Uma votação na internet escolheu os 15 melhores trabalhos como finalistas, o da baiana foi o quinto mais votado.

No último dia 19 de setembro, quando ainda era finalista do concurso, Geórgia afirmou ao A TARDE que  quebrou paradigmas ao ser selecionada: “pois sou negra, nordestina e de uma cidade do interior. Mesmo assim consegui ficar entre os finalistas desse concurso fora do meu país. Para mim, já é uma vitória”.

Na mesma reportagem, a estudante, de origem humilde, afirmou que a ideia surgiu com a experiência obtida com uma tia, que passou pelo problema.

“Comecei a pesquisar e notei que a falta de um diagnostico precoce é que aumenta o risco da doença e de outros estágios dela. Como o sintoma principal é a dor durante a menstruação, as mulheres passam muito tempo sem procurar tratamento”, disse.

“A média de atraso na busca de tratamento é sete anos. Enquanto isso, a endometriose avança e pode atingir outros órgãos. O tratamento e o diagnóstico são muito caros”, explica ela, que quer cursar engenharia em uma universidade no exterior. ( A Tarde)

DATAFOLHA: DILMA TEM 53%, E AÉCIO, 47%

Candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB)

Candidatos à Presidência da República: Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) (Felipe Cotrim/VEJA.com)

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira aponta que a presidente-candidata Dilma Rousseff (PT) tem 53% das intenções de votos válidos (excluídos brancos, nulos e eleitores indecisos), contra 47% do tucano Aécio Neves. Como a margem de erro é de dois pontos porcentuais, é a primeira vez que os dois candidatos não aparecem em empate técnico no segundo turno. Na rodada anterior, a petista marcava 52%, e o tucano, 48%.

Segundo o levantamento, encomendado pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo, se contabilizados os 5% de eleitores que pretendem votar em branco ou nulo e outros 5% que ainda não sabem em quem vão votar, Dilma marca 48% das intenções de votos, ante 42% de Aécio.

A sondagem também aponta que a rejeição ao tucano chegou a 41%, superando a taxa da adversária, de 37%.

O instituto ouviu 9.910 eleitores, nos dias 22 e 23 de outubro, em 399 cidades. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-01162/2014.(Veja)

O dólar fechou em alta nesta quinta-feira (23) e bateu o patamar de R$ 2,50, na penúltima sessão antes do segundo turno das eleições presidenciais, com investidores focados na acirrada disputa entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).

A moeda avançou 1,35%, cotada a R$ 2,5137.Veja cotação, na quarta alta seguida. Este é o maior valor desde maio de 2005, quando, no dia 2, a moeda fechou em R$ 2,5146.

Na semana, o dólar acumula alta de 3,34% e no mês, de 2,68%. No ano, há valorização acumulada de 6,63%.

Pesquisas eleitorais têm mostrado a presidente à frente em relação ao candidato tucano, em empate técnico.

O cenário eleitoral também influenciou a Bovespa, que teve queda acentuada nesta quinta. O Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, recuou 3,24%, aos 50.732 pontos. Veja a cotação.

Nesta manhã, o Banco Central vendeu a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares, pelas atuações diárias. Foram vendidos 300 contratos para 1º de junho e 3,7 mil para 1º de setembro de 2015, com volume correspondente a US$ 196,5 milhões.

O BC também vendeu a oferta total de até 8 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em 3 de novembro. Ao todo, a autoridade monetária já rolou cerca de 76% do lote total, equivalente a US$ 8,84 bilhões. (G1)

Valdemar Costa Neto deixa o Centro de Progressão Penitenciária para ir ao trabalho (Foto: Raquel Morais)

Valdemar Costa Neto deixa o Centro de Progressão Penitenciária para ir ao trabalho 

O ex-deputado federal Valdemar Costa Neto, condenado a 7 anos e 10 meses de prisão no julgamento do mensalão do PT, protocolou nesta quarta-feira (22), no Supremo Tribunal Federal (STF), pedido para passar a cumprir a pena em casa. O ex-parlamentar foi condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e está preso desde dezembro do ano passado.

Atualmente, Costa Neto cumpre pena no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), em Brasília, e tem autorização para trabalhar como gerente de um restaurante industrial da capital federal.

Quatro condenados do processo do mensalão do PT já obtiveram autorização para ficar em prisão domiciliar: o ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares, o ex-deputado Bispo Rodrigues e o ex-tesoureiro do extinto PL (atual PR) Jacinto Lamas. O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu pediu na última segunda (20) o benefício e aguarda decisão do Supremo.

Nenhum desses cinco condenados do chamado núcleo político do mensalão chegou a ficar um ano preso. Eles tiveram a progressão para o regime domiciliar concedido porque trabalharam enquanto estavam no semiaberto. A cada três dias de trabalho, o detento tem direito de descontar um dia da pena.

O Código de Processo Penal dá ao preso com bom comportamento o direito de pedir progressão de regime após cumprir um sexto da pena.

Confira na íntegra

O estudante de direito Jardel de Souza foi condenado nesta quinta-feira (23) a 14 anos e meio de prisão pela morte da namorada, Milene Bittencourt, sete anos atrás, em Salvador.

Segundo o Tribunal de Justiça da Bahia, (TJ-BA), Jardel foi condenado por homicídio duplamente qualificado, por meio cruel  e impossibilidade de defesa da vítima, além de ocultação de cadáver. Depois de assassinar a namorada, Jardel escondeu o corpo dela na mala.

Crime
O crime aconteceu na tarde do dia 15 de setembro de 2007, um sábado, na residência da vítima, na Avenida Paralela. Conforme os autos, Jardel, que se encontra em liberdade por força de um habeas corpus conseguido em março de 2009, matou a namorada com 38 facadas, colocou seu corpo no porta-malas de um veículo que deixou no estacionamento do terminal do sistema ferry-boat.

Ele foi preso em flagrante no final da tarde de domingo, quando tentava transferir o corpo da namorada para outro carro na garagem do prédio onde morava uma ex-namorada, com a ajuda do irmão Josafá da Pureza de Souza, 35 anos.

Jardel ficou detido um ano e meio. Josafá, que foi cúmplice no crime de ocultação de cadáver, ficou preso por dois meses. Em 2011, ele foi morto com cinco tiros na cabeça no bairro de Sussuarana. (Correio da Bahia)

'Marquitos Figueroa' no momento de sua prisão

‘Marquitos Figueroa’ no momento de sua prisão (Divulgação / Polícia Nacional da Colômbia/VEJA)

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira Marcos de Jesús Figueroa García, o “Marquitos Figueroa”, grande traficante de drogas da Colômbia, que estava foragido no Brasil. Ele era procurado também pela Interpol, a polícia internacional encarregada de crimes que não se restringem às fronteiras de um só país. Marquitos foi localizado pela PF na cidade de Boa Vista, em Roraima. Já havia um mandado de prisão, para extradição, do traficante. Ele foi levado para São Paulo em um avião da Polícia Federal e deve ser deportado amanhã para a Colômbia.

Segundo o site El Colombiano, o ministro da Defesa da Colômbia, Juan Carlos Pinzón, também já confirmou a prisão e disse que “não há delinquente para o qual não chegue o seu dia, não importa onde se encontre”. Marquitos, 51 anos, viveu desde pequeno em Barrancas, no departamento de Guajira, norte de Colômbia. Barão do tráfico na região, é apontado como líder do grupo criminoso “Los Curicheros” e foi acusado de homicídios, contrabando de gasolina e tráfico de drogas para a Venezuela, entre outros crimes. A Polícia Nacional da Colômbia oferecia, inclusive, uma recompensa pela captura dele. (Veja/Com Estadão Conteúdo)

 

 

FORA DA MARGEM DE ERRO

 

Dilma: na frente

Dilma: na frente

A nova pesquisa presidencial do Ibope será divulgada daqui a pouco, às 18h, no site de O Estado de S. Paulo.

Dilma Rousseff aparecerá na frente pela primeira vez numa pesquisa do Ibope.

Mas, de modo diferente do Datafolha, que mostrou Dilma na liderança mas em situação de empate técnico quando considerados os votos válidos, no Ibope a petista estará na dianteira fora da margem de erro. É a primeira vez que isso acontece neste segundo turno. (Veja)

Por Lauro Jardim

 

Espetáculo “Feliz Por Nada” com as atrizes globais, Cristiana Oliveira e Luiza Thiré, chega a Juazeiro, dias 15 e 16 de novembro às 20h, no Centro de Cultura Joao Gilberto. Também no elenco o ator Wladimir Winter.

O espetáculo, baseado no best-seller homônimo de crônicas de Martha Medeiros, fala de amizade. Não da amizade que começa na infância, mas da amizade que surge no meio da vida, por acaso, e que passa a ser fundamental para o resto da vida.

Feliz por nada não trata de um triângulo amoroso, e, sim, da relação humana. O texto trata da mulher, em toda a sua complexidade: os medos, os sonhos, as insatisfações, as inseguranças, as realizações profissionais, o sexto sentido, a atração, a paixão e o amor.

Mais Informações: (74) 9198.2750 / (74) 8838.1528

Realização: Cereja Produções

Espetáculo “As Sereias da Zona Sul’ com os atores globais, Sidney Sampaio e Felipe Cunha chega a JUAZEIRO, dias 01 e 02 de novembro às 20h, no Centro de Cultura João Gilberto.

Considerado um dos maiores sucessos do teatro brasileiro, a produção tem texto do consagrado ator e diretor Miguel Falabella.

A peça é um exemplo de crítica social. Deboche e muitas gargalhadas são os ingredientes principais desse espetáculo, que de forma inteligente e ao mesmo popular, os atores conseguem criar situações que são rapidamente identificadas pelo público.

Mais Informações: (74) 9198.2750 / (74) 8838.1528

Realização: Cereja Produções

TVEJA: “AQUI ENTRE NÓS”

ASSISTA VÍDEO

No Aqui entre Nós, da TVeja, Joice Hasselmann e Augusto Nunes conversaram sobre o clima beligerante estimulado por Lula nos comícios do PT, a iminente entrada do ex-presidente no pântano da Petrobras, a contra-ofensiva de Aécio no programa eleitoral de que participaram Marina Silva e Renata Campos, a pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira e a transformação das mulheres em arma eleitoral pelo benfeitor da vigarista Rosemary Noronha.

Crime perfeito: em depoimentos à Polícia Federal e ao Ministério Público, o doleiro Alberto Youssef relatou que as “doações legais” das empreiteiras foram a fórmula criada para esconder a propina

Crime perfeito: em depoimentos à Polícia Federal e ao Ministério Público, o doleiro Alberto Youssef relatou que as “doações legais” das empreiteiras foram a fórmula criada para esconder a propina (BG PRESS/VEJA)

Laudo do Ministério Público Federal indica que valores repassados pela Petrobras para o consórcio CNCC, controlado pela Costrutora Camargo Corrêa, iam parar em apenas 24 horas na conta do doleiro Alberto Youssef. As informações são do site do jornal O Estado de S. Paulo. O documento, contudo, não imputa crimes às partes envolvidas na transação. A perícia do MP foi feita com base em duas planilhas da Petrobras – considera a estatal vítima da organização criminosa.

Investigação da Polícia Federal já mostrou que, de outubro de 2010 a dezembro de 2013, pelo menos 37,7 milhões de reais desviados da obra da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, foram repassados a empresas do doleiro.  O golpe foi aplicado da seguinte maneira: para repassar o dinheiro desviado, o consórcio responsável pela obra, liderado pela empreiteira Camargo Correa, simulou a contratação de serviços da empresa Sanko Sider. Esta, por sua vez, simulou a contração de duas empresas de Alberto Youssef.  Ninguém prestou serviço algum. O dinheiro, na prática, saiu dos cofres da Petrobras para os corruptos que se alimentavam no caixa da estatal.

Essa triangulação, feita para dificultar uma eventual investigação, para dar certo, precisava do aval da Petrobras. As normas da estatal obrigam todos os prestadores de serviço a possuírem uma certificação concedida pela própria empresa – uma forma de garantir que participem dos negócios apenas pessoas jurídicas idôneas. A  polícia descobriu que a Sanko Sider, a intermediária entre a empreiteira e o doleiro, operou durante oito anos com um certificado obtido de forma fraudulenta. (Veja)

Leia também:

 Petrobras: esquema continuou operando após saída de Paulo Roberto Costa

Bebida liberada no dia da votação

Está mantida a decisão do Estado de não proibir o consumo de bebidas no próximo domingo, quando ocorre o segundo turno das Eleições 2014.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), apesar do governo não publicar portaria sobre o tema no Diário Oficial do Estado (DOE), o juiz eleitoral tem poder de polícia e pode determinar a proibição por meio de portaria e solicitar reforço policial para evitar o descumprimento da ordem.

No primeiro turno destas eleições, ocorrido em 5 de outubro, em alguns estados, como Paraná e Pará, a proibição foi anunciada por secretaria de Estado. Já em Alagoas, foi a Justiça Eleitoral que comunicou a decisão proibindo o consumo antes e no dia da votação. Do mesmo modo que a Bahia, Pernambuco não publicou portaria com a proibição, conforme afirmado pelo TRE. (Tribuna da Bahia)

Idoso compra aparelhos celulares pela internet e recebe pelo Sedex dos Correios um coco verde e um refrigerante de 1,5 litro (Foto: Plínio Almeida/TV Cabo Branco)

Idoso compra aparelhos celulares pela internet e recebe pelo Sedex dos Correios um coco verde e um refrigerante de 1,5 litro (Foto: Plínio Almeida/TV Cabo Branco)

Um idoso de 70 anos, tentado pela oferta de celulares IPhone 6 em promoção em um site de compras, resolveu efetivar a compra com um depósito de R$ 8 mil e o parcelamento de outros R$ 10 mil referentes a dez aparelhos. Mas a surpresa veio com a chegada da caixa do Sedex: no lugar dos celulares, havia um coco verde e uma garrafa de refrigerante de 1,5 litros. O caso foi parar na 12ª Delegacia Distrital e a Delegacia das Defraudações de João Pessoa.

Na manhã desta quinta-feira (23), a vítima foi à Delegacia das Defraudações prestar depoimento e dar mais subsídios ao delegado sobre o caso. De acordo com o depoimento da vítima à polícia, toda a negociação foi feita por um neto dele, de 17 anos, que encontrou os produtos à venda e motivou o avô a fazer a compra.

Segundo o delegado encarregado do caso, Lucas Sá, a compra foi efetivada no dia 16 de outubro e quatro dias depois chegou pelo Sedex a caixa contendo o coco e a garrafa. Não há informações sobre a razão da compra deste número de aparelhos. Cada aparelho foi oferecido por R$ 1,8 mil, quando o preço médio é R$ 3 mil.

Lucas Sá confirmou que vai enviar uma cópia do processo para a Polinter do Rio de Janeiro para que a Polícia Civil investigue, já que a conta bancária do beneficiário é do estado fluminense. “A fraude pela internet foi consumada no Rio de Janeiro e a conta bancária do beneficiário é daquele estado, por isso, o procedimento criminal vai ocorrer lá. No entanto, o processo civil vai transcorrer aqui na Paraíba, onde a vítima mora”, frisou.

O delegado também explicou que a polícia tem o número pelo qual a vítima trocou mensagens com o possível responsável pela venda. “No depoimento, a vítima nos deu elementos mais consistentes sobre a compra e onde possivelmente ocorreu. Ao constatar que não tinha recebido os objetos comprados, ele tentou contato com o responsável pela venda, mas foi bloqueado do aplicativo de troca de mensagens por celular”, frisou.

O delegado Lucas Sá recomendou atenção redobrada das pessoas que querem realizar compras pela internet. A principal dica é buscar sites estabelecidos no mercado. “É importante evitar comprar em sites de pessoa física e sempre buscar os sites de compras que já sejam conhecidos do público e estabelecidos no mercado”, frisou. (G1)

Na contramão dos petistas baianos, com quem reativou os laços desfeitos no primeiro turno, a senadora Lídice da Mata (PSB) calcula que o tucano Aécio Neves tem maior potencial de crescimento no estado do que a presidente Dilma Rousseff (PT).  Primeiro, Lídice acha que a maior parte dos votos dados a Marina Silva na Bahia (1,28 milhão) deve engordar a conta de Aécio. Em sua avaliação, a migração maior será efeito do apoio público dado pela ex-ministra ao candidato da oposição. Segundo, avalia a senadora, Dilma obteve um percentual muito alto na primeira votação (61,44%) e não teria mais para onde crescer tanto na nova etapa. Enquanto Aécio, que foi praticamente colocado em segundo plano na disputa pelo governo do estado, foi posto na vitrine eleitoral pelos líderes do DEM e do  PSDB no estado. Nas contas da socialista, Dilma receberá cerca de três milhões de votos em 26 de outubro, menos do que projetam cardeais governistas. Algo entre 3,5 e 4 milhões de votos.

Confira na íntegra

VALE TUDO

Aécio: alvo de ataques

Aécio: alvo de ataques

Na reta final da campanha, vale tudo para tirar votos dos adversários. Agora há pouco, começou a ser distribuído em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, um jornal com a manchete “Aécio é contra o Rio”. O panfleto, apócrifo, chama o tucano de “inimigo do povo”.

Por Lauro Jardim

Policiais do 6º BPM recuperam veículo roubado

Policiais da 4ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar recuperaram veículo roubado, após troca de tiros, nesta quarta feira (22), às 12 horas, na Rua 2 de Julho, centro da Cidade de Cansanção.

Ao se aproximarem do veículo Gol, de cor branca, placa PKU2454, que havia sido roubado de Salvador, para realização de abordagem, os ocupantes atiraram contra os policiais que revidaram e atingiram os dois envolvidos, ambos naturais de Salvador.

Ernane Cerqueira Bispo foi a óbito e Bruno de Jesus Santos foi socorrido ao hospital da cidade, onde ficou sendo custodiado pela Polícia Militar.

Os policiais apresentaram na delegacia de Polícia Civil de Cansanção  um revólver calibre 38 com seis munições deflagradas e três aparelhos de telefone celular, onde foi lavrado auto de resistência e receptação.

Policiais do 6º BPM realizam prisão por roubo 

Policiais da CETO do 6º Batalhão de Polícia Militar prenderam autor de dois roubos, nesta terça feira (21), em Senhor do Bonfim.

Juarez de Oliveira Filho, 24 anos, roubou um rapaz e, em seguida, uma moça, na Rua Fernandes da Cunha, por volta das 23h30.

Em diligência, os policiais localizaram o acusado na Rua Voluntários da Pátria, Bairro Alto da Maravilha, às 23h50, com os objetos roubados, um aparelho de telefone celular e uma bolsa contendo documentos, entre outros pertences da vítima.

Juarez de Oliveira foi apresentado na delegacia de Polícia Civil, juntamente com as vítimas, onde foi autuado em flagrante.

6º BPM recupera veículo furtado

Nesta terça feira (21), às 17h10, em Andorinha, na Avenida Monte Santo, policiais da 3ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar localizaram a motocicleta Honda CG 125, de cor vermelha, placa JQN4834, licença de Andorinha, que havia sido furtada, na madrugada do mesmo dia, na Rua Princesa Isabel.

6º BPM realiza prisão por tráfico de entorpecentes

Durante abordagem, na Praça Simões Filho, Centro de Senhor do Bonfim, nesta terça feira (21), às 10h30, policiais motociclistas da ROCAM do 6º Batalhão de Polícia Militar prenderam Eduardo Lopes da Silva, 27 anos, por tráfico de entorpecentes.

Com o acusado, os policiais encontraram sete pedras de crack e a quantia de R$ 150,00 e apreenderam o veículo que o mesmo conduzia, uma motocicleta CG Titan 150, de cor preta, sem placa.

Eduardo Lopes foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido, onde foi autuado em flagrante.

 

 

SHOW DO GIL, AGORA EM CAMPO FORMOSO

O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) e a candidata derrotada no primeiro turno Marina Silva (Rede), concedem entrevista em São Paulo

O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) e a candidata derrotada no primeiro turno Marina Silva (Rede), concedem entrevista em São Paulo (Joel Silva/Folhapress)

O jornal britânico Financial Times publica reportagem nesta quinta-feira com crítica ao debate político na reta final das eleições presidenciais no Brasil. Ao citar os ataques contra Marina Silva (PSB), o jornal destaca a acusação de que o PT usou “táticas de difamação” contra opositores.

FT diz que a ex-ministra do Meio Ambiente acusa a campanha de Dilma Rousseff (PT) de “espalhar mentiras”. Entre as acusações que teriam sido feitas contra Marina no 1º turno das eleições, estão a de que a candidata era homofóbica. “Marina Silva acusa o PT de Dilma Rousseff de usar servidores públicos para espalhar mentiras pelas redes sociais e contatos comunitários, como o alerta de que a candidata que é evangélica iria proibir videogames”, diz o texto.

Em afirmação citada pelo jornal britânico, Marina diz que “uma coisa terrível que eles (PT) disseram era que eu sou homofóbica e que uma pessoa gay tentou se aproximar de mim e meus seguranças bateram com tanta força que ele morreu”. “Você não tem ideia do que essas pessoas fizeram”, completou a ex-ministra.

No segundo turno, a bateria volta-se contra o candidato Aécio Neves (PSDB) e o FT cita a afirmação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que comparou o tucano a um nazista. “O tom negativo da campanha tem frustrado muitos membros da crescente classe média baixa do Brasil que estão desesperados para que os políticos debatam as questões críticas para o bem-estar, como a melhora da saúde pública, transporte e segurança”, diz o jornal.

A reportagem trata, também, de respostas de apoiadores do tucano que comparam “a abordagem de Dilma Rousseff na economia com a de Cristina Kirchner na Argentina, cujos métodos intervencionistas a fizeram impopular com os mercados financeiros”, diz o texto. (Veja Com Estadão Conteúdo)

 

 

Dilma: números comprometedores, só depois de domingo

Dilma: números comprometedores, só depois de domingo

O governo federal adia a divulgação de indicadores sobre economia e educação pelo temor de que números negativos possam prejudicar a campanha da presidente-candidata Dilma Rousseff (PT). Em meio à acirrada disputa presidencial, os brasileiros chegarão às urnas no próximo domingo, portanto, sem conhecer o resultado da arrecadação de impostos e contribuições federais em setembro e da reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN). Reportagem do jornal Folha de S. Paulo relata nesta quinta-feira que o desempenho dos alunos da educação básica em provas de português e matemática também será um mistério até 26 de outubro.

Na semana passada, uma decisão inédita tomada pela direção do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), de proibir a publicação de estudos realizados pelos pesquisadores envolvendo dados públicos divulgados entre julho e o fim das eleições presidenciais, deu origem a mais uma crise interna. O diretor de estudos e políticas sociais do Ipea, Herton Araújo, colocou seu cargo à disposição por discordar da definição da cúpula do Instituto e pediu sua exoneração. Não se trata do primeiro estudo preso nas gavetas do Ipea. O site de VEJA revelou, em setembro, que o Instituto havia engavetado outro levantamento, desta vez, feito com base nos dados das declarações de Imposto de Renda de brasileiros, e que mostrava que a concentração de renda havia aumentado no Brasil entre 2006 e 2012. A tese, curiosamente, contraria o discurso recorrente dos governos petistas.

Leia na íntegra

14918153224_e06bb72389_z

O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), emitiu nota nesta quarta-feira (22) em repúdio às recentes agressões do ex-presidente Lula contra a imprensa. Em comício ao lado de Dilma Rousseff em São Paulo, o petista falou mal da imprensa e citou os nomes dos jornalistas Miriam Leitão, do jornal “O Globo”, e de William Bonner, apresentador do “Jornal Nacional”. “Agora somos nós contra eles”, disse Lula, se referindo aos profissionais. O líder tucano saiu em defesa da liberdade dos meios de comunicação, que cumprem seu papel com excelência. Leia a íntegra da nota de desagravo aos jornalistas:

É inegável a importância da imprensa no dia a dia do país e do mundo. É consenso também que qualquer democracia só existe de fato quando garante a existência de uma imprensa livre, sem amarras senão aquelas que são inerentes à profissão: honestidade, respeito aos fatos, isenção e espaço para o contraditório. Algo que a imprensa brasileira cumpre com excelência, é importante registrar. Aos que não concordam com o que é noticiado, estão garantidos em lei todos os meios legais para a interpelação, reparação e punição de eventuais excessos.

Desta forma, lamentamos profundamente o papel exercido pelo ex-presidente Lula nesta campanha e as recentes agressões desferidas por ele em diversos comícios pelo Brasil. No lugar de fazer jus ao posto que ocupou, exerce sua liderança da maneira mais nefasta possível: incita ao ódio e à perseguição aos jornalistas Miriam Leitão e Willian Bonner, citados nominalmente, além de atacar a imprensa de modo geral.

Lula finge ignorar o Relatório sobre Liberdade de Imprensa da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), alertando que ocorreram 173 casos de violência contra profissionais e veículos de comunicação no Brasil no último ano – aumento de 27% em comparação ao anterior. Com sua atitude irresponsável, estimula o embate e coloca profissionais da imprensa em risco, especialmente os citados. Prenúncio da já declarada intenção do PT em promover o que chamam de “regulação da mídia” – um eufemismo para a censura sobre quem se atreve a criticar o Governo petista. Aliás, Lula apenas repete a tática do ódio que vem sendo utilizada sistematicamente, ao reduzir o debate político a uma disputa de classes, raças ou origem.

Quero ressaltar a admiração que nutro pelos profissionais da imprensa, independente de opção partidária/eleitoral ou veículo em que trabalha. Miriam Leitão, além de reconhecida crítica econômica e uma das mais premiadas jornalistas brasileiras da história, foi militante política, presa e torturada na década de 70. William Bonner, profissional competente e um dos principais âncoras da TV, conduziu com maestria entrevistas com os candidatos à Presidência, com firmeza, rigor jornalístico e isenção, ao ponto de ter sido elogiado por quase todos os partidos.

Faço, por último, um apelo ao ex-presidente Lula: participe do debate, com a cautela e o respeito que sua posição exige. Façamos uma campanha limpa, ao menos nestes últimos dias. Ao mesmo tempo, reafirmo minha solidariedade aos jornalistas, não apenas os citados.

Dep. Antônio Imbassahy (BA), Líder do PSDB na Câmara dos Deputados

(Da Liderança do PSDB na Câmara)

 

‘O HERÓI SEM ‘

POR  DORA KRAMER

Publicado no Estadão desta quarta-feira (22)
Remexendo na gaveta de recortes de jornais ─ valorosos e não raro mais úteis que o Google  encontro um texto escrito em 7 de setembro de 2010. Apenas coincidência a data da independência. O título, Macunaíma. O herói sem nenhum caráter de Mário de Andrade.
Faltava pouco menos de um mês para o primeiro turno da eleição em que o então presidente Luiz Inácio da Silva fazia o “diabo” e conseguiria na etapa final realizada em 31 de outubro eleger uma incógnita como sua sucessora.

Petrobras dá calote e trabalhadores de Abreu e Lima estão sem receber

Pelo menos seis mil operários da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, não recebem os salários há três semanas. A Petrobras deixou de fazer o repasse para as empresas prestadoras de serviço. A acusação é do presidente da Força Sindical, Miguel Torres. O calote começou depois das denúncias do Petrolão.

Leia na íntegra/Assista vídeo

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, concede entrevista coletiva em Belo Horizonte

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, concede entrevista coletiva em Belo Horizonte

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, criticou nesta quarta-feira o papel desempenhado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na reta final das eleições deste ano. Desde o último final de semana, Lula tornou-se protagonista da baixaria promovida contra o PSDB.

“O Lula não está disputando a eleição, eu o ignoro. Mas lamento apenas que um ex-presidente da República se permita cumprir um papel tão inexpressivo como o que ele vem cumprindo no final dessa campanha eleitoral”, disse Aécio, numa rara menção ao petista. “É triste para sua própria biografia. Só quem perde com isso é ele, que apequena sua biografia com ataques torpes e absurdos”, completou.

Embora não seja candidato a nenhum cargo nas eleições deste ano, Lula tem feito ataques pessoais a Aécio, a quem chamou de “filhinho de papai” e insinuou que agride mulheres. ”A tática dele é a seguinte: vou partir para a agressão. Meu negócio com mulher é partir para cima agredindo”, afirmou Lula em Belo Horizonte no último sábado. O ex-presidente também comparou o tucano a Fernando Collor de Melo, candidato que em 1989 que protagonizou baixarias contra o próprio petista e, ironicamente, hoje é seu aliado. Nesta terça, o petista chegou ao ponto de comparar tucanos a nazistas.

Confira na íntegra

O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) e a candidata derrotada no primeiro turno Marina Silva (Rede), concedem entrevista em São Paulo

O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) e a candidata derrotada no primeiro turno Marina Silva (Rede), concedem entrevista em São Paulo (Joel Silva/Folhapress)

Bombardeado desde o último final de semana por ataques pessoais feitos pelo PT, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, fez um longo depoimento em seu programa eleitoral na TV apontando “a onda de calúnias” propaladas contra ele na reta final da eleição. O tucano exibiu mensagens de apoio da ex-senadora Marina Silva (PSB), derrotada no primeiro turno, e de Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos, morto numa tragédia aérea em agosto.

Marina afirmou que foi vítima na primeira etapa da eleição dos ataques feitos pela campanha da presidente-candidata Dilma Rousseff que agora se repetem contra o tucano. ”Eduardo Campos e eu fomos vítimas da mesma estratégia destrutiva que agora é usada contra Aécio”, disse. “Não se deixem intimidar pela campanha que a candidata Dilma está fazendo”, completou. Na sequência, Renata Campos também deixou mensagem afirmando que Aécio “não representa um partido, mas um conjunto de forças que se juntaram no segundo turno”.

Aécio lembrou a artilharia desferida pelo PT a Eduardo Campos e afirmou que “as mesmas pessoas que chamaram Eduardo Campos de playboy agora dizem o mesmo sobre ele”. Foi um recado direto ao ex-presidente Lula, que tem capitaneado a onda de baixarias em comícios pelo país – algo lamentável para um ex-presidente da República. Além de chamar o tucano de “playboy”, Lula tem dito que o tucano é violento com mulheres: ”Fui acusado de comportamento criminoso, de ser desrespeitoso com as mulheres, uma ofensa à minha esposa e à minha filha”.

O tucano ainda citou o terrorismo eleitoral feito pelo PT, que desde o início da campanha espalha o discurso do medo, segundo o qual programas como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida serão encerrados se o PT deixar o poder e bancos públicos serão privatizados. “Não podemos ter medo do PT. Eu não tenho medo do PT”, disse.

Leia mais: 

-Lula ‘apequenha biografia’ ao promover baixaria, diz Aécio

-Em Minas, Dilma ataca Aécio e FHC

-Lula provoca: ‘Eleitor de Marina tem obrigação moral de votar em Dilma’

DE OLHO NO DEBATE

Dilma: preparação longa

Dilma: preparação longa

Dilma Rousseff está no Rio de Janeiro, onde teve compromissos de campanha hoje,  e só deixa a cidade no sábado.

Neste momento, está recolhida ao seu quarto no hotel Windsor. Ficará amanhã e parte de sexta-feira treinando para o debate da Globo. O debate começa às 22h03 de sexta-feira. (Veja)

Por Lauro Jardim

Tags: 

O advogado Antônio Figueiredo Basto, que defende o doleiro Alberto Youssef, afirmou ao G1 que apresentou à Justiça Federal, na tarde desta quarta-feira (22), um pedido de acareação entre o seu cliente e Leonardo Meirelles, outro réu da Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF). Ele nega que Youssef tenha negociado com Sérgio Guerra, ex-presidente nacional do PSDB que morreu em março deste ano, ou outro político do partido, conforme apontou Meirelles no depoimento prestado na segunda-feira (20) na Justiça Federal do Paraná, em Curitiba. Leonardo Meirelles  é considerado o testa de ferro de Youssef, com o cargo de diretor-presidente do laboratório Labogem.

A Justiça Federal confirmou o pedido de acareação, mas o juiz Sergio Moro ainda não se pronunciou se aceita ou não a solicitação.

“Meu cliente desafia qualquer pessoa a provar uma relação dele com o Sérgio Guerra ou qualquer outra pessoa do PSDB. A colaboração dele [Youssef] é apartidária, não quer prejudicar ninguém. A colaboração toda está sendo feita baseada em documentos, que corroboram os indícios do que ele está dizendo. Estamos tentando evitar de qualquer maneira dizer qualquer coisa pelo ‘ouvi dizer’ ou sem prova, para que não se impute inocente ou se diga leviandade, atribuindo algo a inocentes”, afirmou Basto.

Na segunda-feira, cinco acusados de crimes de lavagem de dinheiro e de pertinência a grupo criminoso participaram de uma audiência de interrogatório na Justiça Federal em Curitiba. Eles são réus em processos decorrentes da Operação Lava Jato. Neste processo, são investigados crimes de lavagem de produto de desvios de recursos públicos da Petrobras. (G1)

As coligações da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, e do candidato do PSDB, Aécio Neves, firmaram um acordo nesta quarta-feira (22) para retirar todas as representações contra propagandas eleitorais protocoladas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde o início da campanha.

O entendimento foi anunciado pelo presidente do TSE, José Dias Toffoli, e aprovado por todos os ministros da Corte. Desde a última quinta (16), o tribunal passou a suspender e reduzir o tempo do horário gratuito de Dilma e Aécio em punição por usarem as propagandas na cadeia nacional de rádio e TV para “ataques” um ao outro.

Os ministros fixaram entendimento de que o horário eleitoral gratuito só pode ser usado para debater ideias e apresentar propostas. Para dar mais efetividade à nova jurisprudência, o tribunal aprovou nesta terça (21) regras para possibilitar a transmissão de direito de resposta no sábado (25), um dia antes da eleição. O objetivo da medida era desestimular a veiculação de propagandas agressivas nos dois últimos dias de propaganda gratuita no rádio e na TV – quinta (23) e sexta (24).

Com o acordo, o TSE deixará de analisar contestações a peças publicitárias consideradas “ofensivas” pelos partidos. Só nesta quarta, havia 16 representações na pauta de julgamento.

Confira na íntegra

Maiana Santana, em recente visita ao Supremo Tribunal Federal, em Brasília

O Ministro CELSO DE MELLO, do STF (Supremo Tribunal Federal – com sede em Brasília), na qualidade de Relator de processo que tem como Autor o Estado da Bahia, não conheceu do Recurso Extraordinário (nº 842.497), interposto pelo Estado contra cliente assistido pelo Escritório bonfinense SANTANA ADVOCACIA.

A decisão do Relator foi divulgada no Diário da Justiça de 21/10/2014 e reafirma decisão anterior interposta pelo Estado da Bahia, no STJ (Superior Tribunal de Justiça), em Agravo Regimental que teve na relatoria o Ministro Sérgio Kukina.

O Estado da Bahia sustentou o Recurso Extraordinário, alegando a existência de ofensa ao texto constitucional, o que, segundo o Ministro Celso de Mello não existiu, citando farta jurisprudência (decisões repetidas do próprio STF sobre o assunto).

O Recurso Extraordinário manejado pelo Estado da Bahia teve a contrariedade da  advogada MAIANA SANTANA, que vem se destacando pelas suas constantes vitórias no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), especialmente em processos de defesa de direitos de candidatos concorrentes nos últimos concursos realizados para ingresso em cargos da Polícia Civil da Bahia e da Polícia Rodoviária Federal. (Informações da Sancil Comunicação)

 

 

 

Nelma Kodama, acusada de esconder 200.000 euros na calcinha

Nelma Kodama, acusada de esconder 200.000 euros na calcinha (Célio Azevedo/Agência Senado/VEJA)

A doleira Nelma Mitsue Penasso Kodama foi condenada pela Justiça Federal do Paraná a dezoito anos de prisão pela prática de 91 crimes de evasão de divisas. A sentença foi publicada nesta quarta-feira. Ela está presa desde o dia 15 de março, quando foi flagrada pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Guarulhos com 200.000 euros escondidos na calcinha, quando embarcava em voo para Milão, na Itália. Para policiais que participaram do caso, ela soube clandestinamente que era investigada e tentava fugir do país. Nelma e sete comparsas são acusados de integrar a organização criminosa investigada pela Operação Lava Jato.

Nelma era próxima do doleiro Alberto Youssef, o principal alvo da operação Lava Jato. Entre maio e novembro de 2013, a doleira conseguiu, com a ajuda de subordinados, enviar ilegalmente 5,27 milhões de dólares para o exterior, por meio de 91 contratos de câmbio fraudulentos que simulavam importações. O grupo de Nelma movimentou 103 milhões de reais em transações feitas por empresas de fachada entre 2012 e 2013, de acordo com rastreamento do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

O Ministério Público Federal havia pedido a condenação de Nelma a 47 anos e 15 dias de prisão. Ela está presa na Casa de Custódia de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

Outros sete réus também tiveram sentenças decretadas. Pelos crimes de evasão de divisas e por operar instituição financeira irregular foram condenados Faiçal Mohamed Nacirdine (um ano e seis meses); Maria Dirce Penasso (dois anos, um mês e dez dias); Cleverson Coelho de Oliveira (cinco anos e dez dias de prisão); Juliana Cordeiro de Moura (dois anos e dez dias) e Luccas Pacce Júnior (quatro anos, dois meses e quinze dias).

Já Iara Galdino da Silva foi condenada a onze anos e nove meses pelos crimes de evasão de divisas, por operar instituição financeira irregular, corrupção ativa e pertinência à organização criminosa. Rinaldo Gonçalves Carvalho foi condenado por corrupção passiva a dois anos e oito meses. (Veja)

ENFIM, O APOIO

Romário:apoio no segundo turno

Romário: apoio no segundo turno

Depois de muitas negociações e recuos, Romário finalmente decidiu apoiar Aécio Neves. Ontem, os dois selaram o acordo.

Romário gravou hoje em Brasília, sem alarde, um depoimento que será exibido amanhã à noite, no programa de TV do tucano.

Romário, eleito senador com 4,6 milhões de votos no Rio de Janeiro, é visto na campanha de Aécio como um trunfo para a busca de votos nestes últimos dias no terceiro maior colégio eleitoral do Brasil. (Veja)

Por Lauro Jardim

Dilma Rousseff e Aécio Neves, em seus discursos após a apuração confirmar a disputa entre os dois no segundo turno das eleições (Foto: Evaristo Sá/AFP; Eugenio Savio/AP)

Dilma Rousseff e Aécio Neves, após o TSE confirmar a disputa entre os dois no segundo turno das eleições (Foto: Evaristo Sá/AFP; Eugenio Savio/AP)

O debate da TV Globo entre os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), na próxima sexta-feira (24), vai contar com perguntas de eleitores indecisos, que estarão na plateia. Esse será o quarto e último debate na televisão antes da votação do segundo turno, marcada para o domingo (26). O programa vai ao ar após a novela Império e tem duração prevista de 1h50.

Os indecisos que vão participar do debate serão selecionados em todos os estados do país pelo instituto de pesquisa Ibope. Cada eleitor indeciso vai elaborar previamente perguntas com temas de interesse nacional. As oito perguntas mais bem formuladas serão selecionadas pela produção do programa para serem feitas aos candidatos.

Dilma e Aécio vão debater ideias e responder as perguntas em um cenário em forma de arena, que facilitará a movimentação dos candidatos durante suas falas. Os eleitores indecisos estarão sentados em volta do espaço ocupado pelos presidenciáveis.

O debate será dividido em quatro blocos. As participações dos indecisos estão previstas para o segundo e o quarto blocos. No primeiro bloco e no terceiro, os candidatos vão fazer perguntas um para o outro, com tema livre. Nos últimos minutos, Dilma e Aécio poderão fazer considerações finais, com os temas que escolherem abordar.

Em caso de ausência de algum candidato, seu lugar permanecerá vazio com uma placa que o identifique pelo nome. Nos dois blocos de tema livre, o candidato presente poderá formular a pergunta que faria ao candidato que se ausentou. Nos outros blocos, todas as perguntas de eleitores indecisos serão respondidas apenas pelo candidato presente. (G1)

« Artigos Anteriores  Próxima Página »

Últimos Posts

    Últimos Comentários

      Mais Comentados